Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 11 de fevereiro de 2020 - 10:11


Condenado, ele teve seu primeiro contato com a fé na prisão

Conheça mais sobre a história de Felipe e saiba se ele conseguiu deixar para trás todo o ódio e a mágoa que sentia

Felipe teve uma infância muito difícil em Juazeiro, na Bahia, onde nasceu. Ainda pequeno presenciava cenas de agressão física em casa. O seu pai, além de se envolver com outras mulheres, batia em sua mãe. Ele ainda lembra de vê-la chorando. Mas, como ainda era uma criança, ele não podia fazer nada.

Cresceu e se tornou um jovem traumatizado e revoltado. Pensou em matar o próprio pai. Em certo momento, Felipe acreditou ter achado uma maneira de defender a mãe dele. Envolveu-se com o mundo do crime para ganhar respeito e ter acesso a armas de fogo.

E foi nesse universo que, pela primeira vez, ele conta que começou a fumar maconha. Com o tempo, passou a usar também cocaína. Felipe sempre queria mais para preencher um vazio que existia dentro dele. E para suprir o vício, precisava de dinheiro. Então, começou a traficar e a participar de assaltos.

Felipe foi preso e condenado a 5 anos e 4 meses. Na prisão, entrou em depressão. Teve que sentir na pele o que era estar atrás das grades. Foi quando teve o primeiro contato com a fé. Ouviu uma programação da Rede Aleluia. Até então, ele não conhecia a Universal.

A fé inteligente que vem de Deus

A primeira mensagem que ouviu, relembra, foi uma revelação de como o diabo trabalha enganando as pessoas. E, ao ouvir essa mensagem do Bispo Edir Macedo, Felipe entendeu que a fé inteligente vinha de Deus, do Espírito Santo. Dentro da prisão, Felipe ainda foi beneficiado pelo trabalho de voluntários do grupo Universal nos Presídios.

Após cumprir sua pena, ele ainda cogitou em voltar para o crime, mas a Palavra já estava dentro dele. Então, começou a ir às reuniões com frequência. Quer saber mais sobre a história de Felipe e se ele conseguiu deixar para trás todo o ódio e toda a mágoa que sentia?

Assista ao vídeo abaixo com o testemunho completo:

Se você está sofrendo com problemas semelhantes aos que Felipe enfrentou e deseja também transformar a sua vida, então, faça o mesmo que ele. Procure hoje mesmo o endereço de uma Universal mais próxima de sua casa, participe de uma reunião de fé e receba a paz que só Deus pode lhe proporcionar.


  • Redação / Foto: Reprodução 


reportar erro