Rede aleluia

Notícias | 23 de setembro de 2019 - 12:51


Como ser perfeito e poderoso aos olhos de Deus

Aprenda isto e nunca mais errará na vida. Entenda

“Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em PALAVRA, o tal é PERFEITO, E PODEROSO para também refrear todo o corpo. ” Tiago 3.2

O Bispo Renato Cardoso explica que, com esse versículo, o apóstolo Tiago nos ensina o segredo para sermos perfeitos e poderosos.

Mas, como assim? Não existe ninguém perfeito, existe? Depende.

Como o apóstolo mesmo disse: “todos nós tropeçamos em muitas coisas”. Logo, todos nós erramos. “Mas isso, não significa que temos licença para pecar”, observa o Bispo Renato Cardoso.

Por outro lado, Deus falou para Abraão: “Sendo, pois, Abrão da idade de noventa e nove anos, apareceu o SENHOR a Abrão, e disse-lhe: Eu sou o Deus Todo-Poderoso, anda em minha presença e sê perfeito” Gênesis 17:1.

Em certa ocasião, Jesus também falou aos discípulos: “Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus. ” Mateus 5.48

Perfeito aos olhos de Deus

Parece contraditório, mas não é. O Bispo Renato explica que a perfeição aos olhos de Deus não é ausência de erros.

Para Deus somos perfeitos quando andamos em Sua presença e temos a consciência de que Ele está conosco em todo tempo, nos observando.

Obviamente, haverá momentos em que você vai errar, porque faz parte da natureza humana. Contudo, quando existe essa consideração por Deus, a pessoa se esforça para não errar mais e, assim, vai se aperfeiçoando.

No entanto, o que afirma o versículo acima é que o que faz uma pessoa PERFEITA E PODEROSA aos olhos de Deus é ela não tropeçar na palavra. Como assim?

O perigo do mau uso da língua

Em seus comentários bíblicos sobre o que o apóstolo Tiago quis dizer com esse versículo, o Bispo Edir Macedo esclarece:

“Língua. Tiago faz um forte apelo aos cristãos quanto ao mau uso da língua, que apesar de ser um membro tão pequeno, pode causar grande destruição. Quando a língua é usada de forma descontrolada e maligna, provoca contendas, destrói amizades e lares, podendo até mesmo acabar com a reputação de uma pessoa. É responsabilidade de cada um controlar a própria língua e usá-la somente para o que edifica, constrói e abençoa (Sl 34.12-13; Mt 12.36-37). A língua é como uma pequena fagulha que pode causar um grande incêndio, uma grande injustiça. Muitos são hábeis em usá-la para o próprio benefício e para tirar dos seus caminhos alguém que os incomoda (Sl 12.3-4).”

Vigie os seus pensamentos

O Bispo Renato acrescenta ainda que podemos tropeçar tanto nas palavras que falamos e pensamos, como também naquelas que não falamos, mas pensamos.

“As suas palavras vêm dos seus pensamentos e, assim como Deus influencia nossos pensamentos com a palavra dEle, o diabo também, com os pensamentos dele, procuram influenciar os nossos”, enfatiza.

Ele ensina que é preciso, portanto, estar constantemente em alerta para não permitir que os maus pensamentos se instalem na sua mente.  Se a pessoa está espiritualmente acordada, ela consegue detectar a palavra, o pensamento, que vêm do mal, e então, rapidamente, os repreende e se apega à Palavra de Deus.

“Se você vigiar os seus pensamentos e rejeitar sempre as palavras do mal, você será perfeito e poderoso em tudo que fizer. Essa é uma guerra diária. Lute essa guerra todos os dias. É assim que você tem de reagir com o mal”, orienta o Bispo.


  • Jeane Vidal / Foto: Getty Images 


reportar erro