Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 15 de janeiro de 2020 - 22:49


Cantora Gretchen anuncia o fim do 17º casamento

Atitude tem a ver com a busca da felicidade ou é banalização do casamento?

O casamento de sete anos de Gretchen com o português Carlos Marques chegou ao fim. Na última segunda-feira (13), a assessoria da cantora divulgou uma nota oficial explicando que “a decisão foi tomada pelo casal em comum acordo, ao perceberem que a relação caminhava para um rumo diferente, de uma forma natural e madura”.

Os dois moravam na França e, com o fim do relacionamento, Gretchen continuará na Europa, com vindas ao Brasil por conta do trabalho.

Leia mais: Fernanda Souza e Thiaguinho anunciam o fim do casamento

Banalização do casamento

Não é difícil encontrar pessoas que se separaram mais de uma vez, principalmente entre as celebridades. Pois, em busca da felicidade no amor, parece que vale tudo.

Entretanto, de acordo com os professores da Escola do Amor, a atitude na verdade promove a banalização do casamento e afasta as pessoas do que é a real ideia do amor.

“Uma pessoa que se divorciou tem o direito de buscar a felicidade, mas quando ela é uma celebridade e faz isso várias vezes, o recado que muitas pessoas recebem é ‘se não der certo, eu caso de novo’. Dessa forma, banalizam o casamento, que é algo sagrado”, fala Renato Cardoso.

Outro erro comum nessas situações é buscar o amor sentimento, sem saber vivê-lo na prática.

“Na verdade, o amor está dentro de nós, todo mundo o tem. Mas quando vêm os problemas, dificuldades, diferenças, você precisa praticá-lo. Ceder, sacrificar, dizer não para si mesmo, deixar que a outra pessoa tenha a última palavra, às vezes. São esses detalhes que mostram se você o vive ou não”, diz Cristiane Cardoso.

Como parar de errar?

Renato ensina que o ciclo de separações só tem um fim quando a pessoa toma para si a responsabilidade de resolver os problemas.

“Quem casa e descasa normalmente tende a atribuir o fracasso à outra pessoa, à incompatibilidade de gênios, ao destino. Enquanto ela não tiver a humildade de olhar para si, reconhecer que errou na escolha, ou por ter casado pelos motivos errados, ou dentro do casamento, etc, ela pode casar quantas vezes quiser, mas vai continuar errando”, explica.

Um casamento feliz não é mágica ou sorte de encontrar a alma gêmea. É fruto de trabalho e inteligência que começam quando se é solteiro. Quando descobre o amor próprio, se conhece, se prepara para ser um bom marido/esposa antes que entre em um relacionamento.

Na Terapia do Amor, casados e solteiros aprendem como vencer os problemas e investir na vida amorosa. Ela acontece toda quinta-feira, às 10h, 15h e 20h, no Templo de Salomão. O endereço é Avenida Celso Garcia, 605, Brás, zona leste de São Paulo.

Para encontrar o endereço de outras igrejas, acesse este link.

Você também pode ler os livros Casamento Blindado e Namoro Blindado.


  • Rafaella Rizzo / Fotos: Divulgação - Getty Images 


reportar erro