Rede aleluia
Boulos cria fake news com banner sem autorização em templo da Universal
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 19 de Setembro de 2022 - 19:06


Boulos cria fake news com banner sem autorização em templo da Universal

Candidato do PSOL espalhou cena falsificada em rede social; Igreja denunciará fraude à Justiça Eleitoral

Boulos cria fake news com banner sem autorização em templo da Universal

No último sábado (17), o candidato a deputado federal Guilherme Boulos, do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), postou uma foto em seu perfil no Instagram, lançando mais uma mentira contra a Igreja Universal do Reino de Deus.

A imagem mostra a fachada de uma residência que recebe um Núcleo de Oração da Universal. Bem ao lado da placa que identifica o núcleo, está pendurado um banner de apoio a Boulos e a outros políticos de esquerda, como se aquela unidade da Igreja fosse favorável às candidaturas deles. Em seu post, o esquerdista comemora o suposto endosso dos evangélicos a sua eleição. Trata-se de outra tentativa vergonhosa de enganar os evangélicos – daquelas que têm se repetido com frequência nos últimos dias.

Conforme relatou ao programa Entrelinhas (veja o vídeo abaixo), Selma de Oliveira da Silva, a proprietária do imóvel localizado no bairro do Campo Limpo, na zona sul da capital paulista, houve uma passeata na região, quando os cartazes foram espalhados pelo bairro e, sem autorização, o banner foi colocado na fachada da sua casa.

“Eu moro aqui há mais de 30 anos. Cedi o meu espaço para a Igreja Universal fazer um Núcleo de Oração, para receber as pessoas que estão enfermas, estão doentes. Eu fui surpreendida, porque colocaram um banner na minha casa, de um candidato que eu nem conheço”, explicou. “Eu defendo a família e não aceito esse tipo de coisa. Estou aqui revoltada porque colocaram isso aqui sem a minha autorização, sem a autorização do meu esposo. Aqui, o bairro todo sabe que nós frequentamos a Igreja; que somos cristãos e não aceitamos esse tipo de coisa na minha casa.”

Selma concluiu fazendo um alerta: “Não acreditem nessas fake news – notícias falsas [da esquerda], porque eles fazem tudo isso para difamar a imagem da Igreja e a nossa fé.”

A legislação proíbe a propaganda eleitoral em templos. Ainda assim, ao falsear o apoio, Guilherme Boulos teve a ousadia de patrocinar esta fake news, inventando um crime eleitoral da Universal – e em favor de candidatos de esquerda! Imagine o que aconteceria se fosse uma divulgação favorável à ideologia defendida pela Universal e demais cristãos?

Esta é a quarta mentira consecutiva que a esquerda e sua imprensa militante espalham neste período eleitoral, para atacar a Universal e tentar convencer os evangélicos e demais cristãos, de que a Igreja apoiará os políticos dessa ideologia.

Como já havia acontecido no caso da fake news divulgada pela presidente do Partido dos Trabalhadores, a Universal denunciará o PSOL à Justiça Eleitoral.

Quanto mais a esquerda mente, mais exibe a sua verdadeira face aos eleitores.

Veja abaixo o depoimento de Selma:

UNIcom — Departamento de Comunicação Social e de Relações Institucionais da Universal


Boulos cria fake news com banner sem autorização em templo da Universal
  • UNIcom / Foto: Reprodução 


reportar erro