Rede aleluia
Autismo: entender é a chave para amar e ajudar
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 18 de Julho de 2022 - 16:48


Autismo: entender é a chave para amar e ajudar

Josi Boccoli realiza sessão de autógrafos em evento que reuniu cerca de 600 pessoas na EBI do Templo de Salomão

Autismo: entender é a chave para amar e ajudar

No último dia 16/07 aconteceu a sessão de autógrafos do livro “Autismo: entender é a chave para amar e ajudar“. A autora, Josi Boccoli, esteve na EBI do Templo de Salomão conversando com leitores e tirando fotos.

Detalhes:

Nesta obra, Josi conta sua trajetória para descobrir que o filho Gabriel era autista. Além disso, divide suas lágrimas, medos, conflitos, sua dependência de Deus e a sua fé durante todo esse processo.

O momento reuniu aproximadamente 600 pessoas – entre educadoras, pais e pessoas com alguma ligação com crianças autistas – e contou com distribuição de pipoca, suco e algodão doce.

Porque isso é importante:

O conteúdo do livro pretende auxiliar profissionais, familiares, educadoras da Escola Bíblica Infantil (EBI) e todas as pessoas que lidam com crianças portadoras deste diagnóstico.

Viviane Mello e Rose Amorim

Para Viviane Mello, responsável nacional da EBI, o conteúdo da obra acrescentará no trabalho das educadoras. “Por serem voluntárias nem todas as educadoras têm conhecimento sobre as crianças especiais e suas necessidades. E as técnicas que Josi precisou desenvolver para ajudar seu filho, as ajudam a entender as necessidades das crianças autistas, dando noção de como recebê-las”, explicou.

A presidente da ABADS (Associação Brasileira de Assistência e Desenvolvimento Social), Rose Amorim, também prestigiou o evento. “O principal benefício desse livro é a informação. Afinal, quanto mais informações as famílias têm sobre o autismo, melhor. O livro é especial, fala de fé, perseverança e traz esperança para essas famílias. Além disso, ajuda as pessoas a entenderem o autismo e ajudar quem enfrenta esse diagnóstico. Nós também fizemos parte da vida da Josi, pois foi na ABADS que ela conseguiu o diagnóstico do filho, isso valida nosso trabalho”, comentou. A instituição atende mensalmente em média 780 pessoas autistas, entre bebês, crianças, jovens e adultos.

autismoA pedagoga Brunna Guerra (foto ao lado) também participou do evento e, da mesma forma, acredita que o ponto de vista de Josi, como mãe, também colabora para o trabalho de profissionais. “A leitura do livro agrega muito com respeito à inclusão, saber como lidar com eles, as dicas que a Josi nos dá e as dificuldades que ela enfrentou nos ajuda a entender as dificuldades dos autistas, por exemplo, a ter atenção durante as crises e como evitá-las. Além disso, as dicas que ela dá podem ser aplicadas em sala de aula”, falou.

A importância para as famílias:

Patrícia Brune, de 39 anos, veio de Rondônia para acompanhar a sessão de autógrafos e adquirir seu exemplar. A funcionária pública descobriu que o filho era autista quando tinha apenas 3 anos, por meio de um atraso na fala.

“Na hora que você tem a notícia te assusta muito, pois você tem medo dele não ser independente. Nos momentos de insegurança, é a fé que te sustenta. Hoje, ele tem 5 anos e estou muito animada para ler o livro. Acompanho a autora no Instagram e tenho aprendido muito”, contou.

Com a experiência de Josi, a dona de casa Francisca Iranice (foto abaixo), de 33 anos, descobriu um propósito de vida: ajudar outras mães de autistas. “Enfrentei muitas lutas contra o preconceito, a falta de tratamento digno, aceitação na escola e entender o mundo dele. Quando eu conheci a história da Josi eu ainda estava enfrentando muitos conflitos internos e frustração. Mas com a experiência dela consegui entender a minha missão com meu filho autista: ajudar outras mães. Faço de tudo para fazer esse livro chegar a outras pessoas, mostrando que assim como eu e a Josi vencemos, elas também podem. Hoje eu só ajudo outras mães, porque a história da Josi me ajudou”, relata.

O resultado:

Ao fim do evento, Josi Boccoli saiu feliz ao ver tantas famílias alcançadas com sua experiência.

“Foi extremamente gratificante ouvir relatos de leitores durante o evento e ver tantas mães e educadoras da EBI com sede de aprender. O evento foi perfeito, deu pra ver que foi preparado com muito carinho, só tenho que agradecer a EBI e a Universal por abraçar o autismo. Hoje podemos dizer que a EBI é inclusiva, isso é maravilhoso e faz a igreja ser um exemplo em acolher a todos”, afirma a autora.

Ademais, para adquirir o livro, acesse o site Arca Center.


Autismo: entender é a chave para amar e ajudar
  • Rafaella Rizzo / Fotos: Rafaella Rizzo 


reportar erro