Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 19 de março de 2019 - 12:49


As quatro vontades que lhe cercam

Qual delas você tem atendido?

Desde o nascimento, o ser humano tem de lidar com quatro vontades. E, saber lidar com cada uma delas é fundamental para que alcance a Salvação da alma.

O Apóstolo Paulo na carta aos Romanos escreve: “Porque o que faço não o aprovo; pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço” Romanos 7.15

O segredo para o exercício da fé

De acordo com o Bispo Adilson Silva esse versículo revela o segredo para o exercício da fé, pois somente com a prática dele é possível alcançar a Vida Eterna.

Segundo ele, o apóstolo “está tentando nos mostrar que o segredo para o sucesso da nossa fé está em contrariar a nossa própria vontade, de maneira que o que temos vontade de fazer, não fazemos. E o que não temos vontade de fazer, isso fazemos. Essa é a essência do Evangelho, que está ligado ao sacrifício, à renúncia e à autonegação”, conclui.

Leia também: 5 dicas para manter o foco no Reino de Deus

Talvez você seja aquela pessoa que não tem vontade de orar, ler a Bíblia, ir à igreja ou se batizar. Contudo, você precisa entender que para obedecer a Palavra de Deus não é preciso sentir vontade, basta crer e colocar em prática.

Vejas quais são as quatro vontades que nos cercam:

1 – A nossa vontade

2 – A vontade das pessoas

3 – A vontade do diabo

4 – A vontade de Deus

Viver a fé cristã é negar continuamente as três primeiras para fazer a quarta, que é a vontade de Deus. A única capaz de nos levar a uma vida com Deus no presente e, no porvir, à vida Eterna. As outras três, fatalmente, irão nos conduzir ao caminho do inferno.

A opção certa

Muitas pessoas, infelizmente, vivem em conflito, preocupadas com a opinião de terceiros e em agradar a todos.

Se você quer ser salvo não pode se guiar nem pela sua vontade, nem pela de outras pessoas. Quando faz isso, automaticamente já está fazendo a vontade do diabo.

A única opção é fazer a vontade de Deus, mas, para isso é preciso contrariar o mundo, as pessoas, o inferno e a própria vida, destaca o Bispo Adilson.

Conforme disse o próprio Senhor Jesus:

“Se alguém quer vir após Mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-Me” Lucas 9.23

E ainda:

 “Se alguém vier a Mim, e não aborrecer a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs, e ainda também a sua própria vida, não pode ser Meu discípulo.” Lucas 14.26

Não é uma tarefa fácil, mas é uma questão de decisão. Nisto consiste a essência do Evangelho: desagradar ao mundo e a si mesmo.

Para conhecer mais sobre a vontade de Deus para sua vida e aprender a exercitar a fé, participe todas as quartas-feiras da Escola da Fé. Uma reunião para o seu crescimento e fortalecimento espiritual.

As reuniões acontecem no Templo de Salomão ou em uma Universal mais próxima de sua casa. Consulte aqui os endereços.

 


  • Jeane Vidal / Foto: Istock 


reportar erro