Rede aleluia

Notícias | 7 de abril de 2018 - 03:05


Apoio a quem pensa no suicídio

Projeto Help, do grupo Força Jovem, leva esperança aos que sofrem. Saiba mais

Dezenas de voluntários do projeto Help (Ajuda, no Português – responsável por auxiliar pessoas com pensamentos suicidas), do grupo Força Jovem Universal (FJU), realizaram na manhã do dia 10 de março último um movimento de conscientização em frente ao Mercado Público de Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul.

O objetivo da ação foi alertar a todos que passavam pelo local sobre os perigos da automutilação e o desejo de tirar a própria vida. Além, também, de conscientizar as pessoas sobre a depressão e mostrar que existe uma saída para quem precisa de ajuda.

Mais de mil pessoas foram alcançadas e cerca de 50 atendimentos foram realizados no dia. Além de prestar ajuda aos que necessitavam, os jovens gaúchos coletaram o contato de todos os familiares e amigos que passaram ou estão passando por essa situação.

Na oportunidade, os voluntários fizeram uma encenação como se estivessem cortando os próprios pulsos, a fim de mostrar a realidade de quem passa por isso.

Alguém para ajudar

Segundo o Pastor Leandro Oliveira, atual responsável pela Força Jovem Gaúcha, a importância de eventos como esse é lembrar que existe alguém que pode, realmente, ajudar e que o que essas pessoas passam não é frescura, e que pode, sim, acontecer com pessoas próximas.

Muitos encontraram em cada mensagem de fé e otimismo a saída para o problema. Todos foram beneficiados com a ação, inclusive quem já passou por isso e se doou para ajudar outros jovens com sua história, a exemplo da voluntária Stéfani Dias da Silva, de 23 anos.

“Tive a oportunidade de doar uma palavra de esperança para jovens que passam pelos problemas que eu já passei e, assim como um dia alguém me disse que tinha solução – e então a minha vida mudou, pois eu confiei em Deus -, durante a ação pude fazer o mesmo por outras pessoas”, comemorou a jovem.

Faça parte do Força Jovem Universal. Localize aqui uma Universal mais próxima de sua casa e informe-se com o pastor.


  • Por Débora Picelli / Fotos: Cedidas pelo grupo FJU do Rio Grande do Sul 


reportar erro