Rede aleluia
Anjos da Madrugada no Guarujá: Voluntários levam fé e amor a moradores de rua
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 24 de Outubro de 2019 - 12:25


Anjos da Madrugada no Guarujá: Voluntários levam fé e amor a moradores de rua

O prazer do Senhor consiste em transformar vidas desacreditadas. Saiba mais detalhes

Anjos da Madrugada no Guarujá: Voluntários levam fé e amor a moradores de rua

Muitos são os motivos que levam as pessoas a morar nas ruas. Os mais frequentes são: alcoolismo, uso de drogas, perda do emprego e conflitos familiares. Ao contrário do que se imagina, esse problema social não é exclusividade das grandes cidades. A cada dia, tem se alastrado mais também nos pequenos municípios.

Essas pessoas são facilmente identificadas. Quase sempre por apresentarem pouca ou nenhuma higiene e passarem as noites dormindo em calçadas, sob marquises, em praças públicas, embaixo de viadutos e pontes. Além desses espaços, também utilizam locais degradados, como prédios e casas abandonados ou carcaças de veículos abandonados.

Banquete de fé

Pensando nisso, o grupo Anjos da Madrugada, um dos braços do Unisocial, da Universal, foi criado para auxiliar as pessoas que vivem em situação de rua. Por meio de seus voluntários, busca atender não apenas as necessidades físicas, mas também as espirituais, por meio da Palavra de Deus.

Assim, o último dia 15 de outubro, uma terça-feira, ficará marcado na lembrança de 48 moradores de rua, do Guarujá, cidade do litoral sul de São Paulo.

Na oportunidade, o grupo Anjos da Madrugada chegou até eles, levando muito amor, carinho, fé e um saboroso banquete proporcionado pelos 40 voluntários.

Poder transformador

O local escolhido foi o estacionamento da Catedral do Guarujá. Por volta das 20h, com auxílio de uma Kombi, obreiros e evangelistas percorreram os bairros Santo Antônio, Cachoeira, Vicente de Carvalho, Santa Rosa, Pitangueiras, Vila Júlia e Enseada, em busca dos desabrigados.

Conforme descreveu Aparecido dos Santos, voluntário do Anjos da Madrugada do Guarujá, chegando à Universal, antes do jantar, eles tomaram um banho quente, colocaram roupas limpas e cortaram o cabelo.

“Em seguida, foi ministrada uma Palavra de Fé para todos, explicando que ela é o único alimento capaz de transformar vidas, quando colocada em prática. Após a oração, muitos creram que estavam libertos dos vícios” contou Aparecido.

Resgate de amor

O Anjos da Madrugada está presente em todo o Brasil e em diversos países onde há uma Universal. Por meio desse grupo, muitas vidas foram resgatadas do abandono e da marginalização, reconquistaram a autoestima e foram reinseridas à sociedade.

Esta é uma promessa de Deus para o ser humano, conforme explica o Bispo Edir Macedo, na Bíblia Fiel Comentada, referente ao livro de Salmos, capítulo 113, versículos 7 e 8:

“Apesar de Deus Se vestir de glória, majestade e poder, Ele Se compadece do ser humano. O Altíssimo vai até o monturo, o ‘lixão’ das cidades, em busca dos necessitados, abandonados, pobres, enfermos e solitários, que creem nEle, para os resgatar. O prazer do Senhor consiste em transformar vidas desacreditadas. Isto é, a satisfação dEle está em tirar pessoas do chão e elevá-las a um lugar de destaque e honra. Aqueles que ouvem a Sua Voz e O recebem como Pai se tornam príncipes entre o Seu povo” – comenta o Bispo Macedo.

Em todas as cidades em que a Universal está presente são realizadas diversas ações sociais. Para saber mais sobre o grupo Anjos da Madrugada e se tornar um voluntário, procure a Universal mais perto da sua casa.


Anjos da Madrugada no Guarujá: Voluntários levam fé e amor a moradores de rua
  • Cesar Gonçalves / Fotos: cedidas 


reportar erro