Rede aleluia
A maratona que você está participando
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 10 de Janeiro de 2022 - 16:19


A maratona que você está participando

Confira esta mensagem do Bispo Renato Cardoso e reflita sobre o tema

A maratona que você está participando

“… e corramos com paciência a carreira que nos está proposta” Hebreus 12:1

O versículo acima nos faz refletir em algo interessante: como é possível correr sendo, ao mesmo tempo, paciente? O fato é que há uma lógica espiritual nesta passagem.

“São duas coisas muito necessárias para a nossa vida: tanto correr, quanto ter paciência. Ora, todos nós temos um alvo, um destino. Ainda que seja uma pessoa que diga assim: ‘Não, eu não tenho um plano, estou só vivendo um dia de cada vez’. Mesmo esta pessoa está em uma corrida para a morte. Toda a humanidade está em uma corrida para a morte (entre tantas outras coisas, esta é a principal delas)”, observou o Bispo Renato Cardoso, durante a programação Inteligência e fé, do dia 10 de janeiro.

Ele acrescentou que, atualmente, a pessoa com mais idade no mundo é a japonesa Kane Tanaka, com 119 anos. Ou seja, todas as pessoas que nasceram antes de 1903 já faleceram.

Uma corrida pela salvação eterna da nossa alma

“É exatamente desta corrida que o autor de Hebreus está falando: a corrida para a salvação da alma. É uma corrida, porque também é uma competição. Pois, há quem esteja competindo pela nossa alma. Deus quer a nossa alma, mas o diabo também. Então, há uma necessidade de lutar, de se esforçar, de colocar toda a força nesta corrida que é a vida. Porém, não é uma corrida de velocidade. É uma maratona. Se nós formos pensar em ‘correr com paciência’, a maratona é o mais próximo disso, porque ela não é uma corrida de velocidade, é de paciência, de administração das energias”, disse o Bispo.

Em outras palavras, o maratonista tem que saber gerenciar a sua corrida, para que ele não se canse rapidamente, não se machuque pelo caminho e não perca o foco do final.

Lembrando que o contrário de “paciência” é “ansiedade”, “afobação”, “inquietação” e isto é fatal para o maratonista. O corredor que deseja ultrapassar logo todo mundo e atua com imaturidade pelo trajeto, provavelmente, não vai conseguir terminar a competição.

Então, o que fazer?

“A solução para isto é a corrida com paciência, que é você administrar as suas energias, como o corredor maratonista. Administrar as emoções, os pensamentos que surgem dizendo: ‘você não vai conseguir; desiste; você está cansado demais; não chega nunca'”, alertou.

O Bispo Renato concluiu com uma dica valiosa: pense que é só mais um pouquinho, continua e persevera.

Aprenda a silenciar e a combater esta voz que trava uma batalha contra a sua corrida. Somente assim, é possível alcançar a “coroa incorruptível” (1 Coríntios 9:25), que é a presença de Deus por toda a eternidade no Reino dos Céus.

Clique aqui e acompanhe esta e outras mensagens do Bispo Renato Cardoso na íntegra.


A maratona que você está participando
  • Da Redação / Foto: iStock 


reportar erro