Rede aleluia
A chave que abre e fecha o coração para o amor
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 8 de Dezembro de 2022 - 23:18


A chave que abre e fecha o coração para o amor

Renato e Cristiane Cardoso abordaram o assunto durante a palestra da Terapia do Amor. Saiba mais

A chave que abre e fecha o coração para o amor

Como se sabe, em alguns países, os matrimônios acontecem sem que o homem e a mulher conheça um ao outro. Quando, finalmente, o encontro acontece, eles estão diante do altar para firmar o compromisso.

Por que isso é importante:

Tradições à parte, mas casar-se com alguém que mal se conhece pode ser uma grande decepção e, pior, gerar uma série de problemas e desavenças.

Por isso, conhecer a pessoa com quem se deseja passar o resto da vida é, no mínimo, uma obrigação que todos deveriam refletir bem antes de dar o “sim” no altar.

Causas e consequências:

Este assunto foi abordado pelo casal Renato  e  Cristiane Cardoso, durante a palestra da Terapia do Amor, realizada nesta quinta-feira (8), no Templo de Salomão.

“Conhecer o parceiro (a) antes de se casar é regra básica para que um relacionamento tenha futuro”, destacou o Bispo.

De acordo com ele, cada um é responsável pelas suas próprias escolhas e Deus dá inteligência para identificar quem é adequado e quem não é para um relacionamento amoroso.

“A chave para um casamento feliz não é achar a pessoa certa, é fazer as coisas certas”, advertiu.

Anote aí:

Na ocasião, ele citou alguns itens essenciais para quem busca essa pessoa e, então, tome a decisão de seguir adiante ou não. Confira:

– Primeiramente: cresça seu círculo de amizades;

– Escolha com sua cabeça e não com seu coração;

– Permita-se iniciar uma amizade;

– Se a conversa, de fato, agradar, e ambos estiverem interessados um no outro, passe para o namoro, com a intenção de conhecer melhor a outra pessoa;

– Se ao conhecer tudo sobre a pessoa você perceber que não será adequada para viver a vida toda com ela, desista o quanto antes;

– Se você observar as qualidades fundamentais que precisa, então, passe para o noivado e casamento.

– Não é mágica. Não é sorte. Não é milagre: é atitude com inteligência.

Lembrando que:

  • Não se engane: ninguém poderá escolher por você. Por isso, fique atento a esses detalhes imprescindíveis, porque eles fazem toda a diferença na vida de uma pessoa.

Terapia do Amor

Para aprender mais sobre vida a dois, participe da Terapia do Amor, todas as quintas-feiras, no Templo de Salomão. Ou consulte aqui o endereço mais próximo da sua casa.


A chave que abre e fecha o coração para o amor
  • Redação/ Foto: iStock e Reprodução 


reportar erro