Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 11 de julho de 2017 - 03:00


Bíblia em 1 ano – Leia o 192º dia

Josué 14 e 15, Salmos 146 e 147 e Jeremias 7

“O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento…” Oséias 4.6

Conhecer a Bíblia é muito importante para todos nós, especialmente nos momentos mais difíceis de nossas vidas, pois Deus fala conosco por meio de Sua Palavra. O Espírito Santo nos conduz, nos orienta, e quando passamos por tribulações, Ele nos faz lembrar do que está escrito na Bíblia, de uma Palavra de Deus que nos conforte. Mas só nos lembraremos se tivermos conhecimento Dela.

Por isso, elaboramos um plano para que você leia a Bíblia em 1 ano. Se você ainda não começou, clique aqui e comece agora, não deixe para amanhã. Você verá o quanto isso transformará a sua vida.

Se você já está nesse propósito, acompanhe a leitura de hoje:

Josué 14

1. Isto, pois, é o que os filhos de Israel tiveram em herança, na terra de Canaã, o que Eleazar, o sacerdote, e Josué, filho de Num, e os cabeças dos pais das tribos dos filhos de Israel lhes fizeram repartir,

2. Por sorte da sua herança, como o Senhor ordenara, pelo ministério de Moisés, acerca das nove tribos e da meia tribo.

3. Porquanto às duas tribos e à meia tribo dera Moisés herança além do Jordão; mas aos levitas não tinha dado herança entre eles.

4. Porque os filhos de José eram duas tribos, Manassés e Efraim, e aos levitas não se deu herança na terra, senão cidades em que habitassem, e os seus arrabaldes para seu gado e para seus bens.

5. Como o Senhor ordenara a Moisés, assim fizeram os filhos de Israel, e repartiram a terra.

6. Então os filhos de Judá chegaram a Josué em Gilgal; e Calebe, filho de Jefoné o quenezeu, lhe disse: Tu sabes o que o Senhor falou a Moisés, homem de Deus, em Cades-Barnéia por causa de mim e de ti.

7. Quarenta anos tinha eu, quando Moisés, servo do Senhor, me enviou de Cades-Barnéia a espiar a terra; e eu lhe trouxe resposta, como sentia no meu coração;

8. Mas meus irmãos, que subiram comigo, fizeram derreter o coração do povo; eu porém perseverei em seguir ao Senhor meu Deus.

9. Então Moisés naquele dia jurou, dizendo: Certamente a terra que pisou o teu pé será tua, e de teus filhos, em herança perpetuamente; pois perseveraste em seguir ao Senhor meu Deus.

10. E agora eis que o Senhor me conservou em vida, como disse; quarenta e cinco anos são passados, desde que o Senhor falou esta palavra a Moisés, andando Israel ainda no deserto; e agora eis que hoje tenho já oitenta e cinco anos;

11. E ainda hoje estou tão forte como no dia em que Moisés me enviou; qual era a minha força então, tal é agora a minha força, tanto para a guerra como para sair e entrar.

12. Agora, pois, dá-me este monte de que o Senhor falou aquele dia; pois naquele dia tu ouviste que estavam ali os anaquins, e grandes e fortes cidades. Porventura o Senhor será comigo, para os expulsar, como o Senhor disse.

13. E Josué o abençoou, e deu a Calebe, filho de Jefoné, a Hebrom em herança.

14. Portanto Hebrom ficou sendo herança de Calebe, filho de Jefoné o quenezeu, a t é ao dia de hoje, porquanto perseverara em seguir ao Senhor Deus de Israel.

15. E antes o nome de Hebrom era Quiriate-Arba, porque Arba foi o maior homem entre os anaquins. E a terra repousou da guerra.

Josué 15

1. A sorte que coube à tribo dos filhos de Judá, segundo as suas famílias, foi até ao termo de Edom, o deserto de Zim, para o sul, na extremidade do lado meridional.

2. E foi o seu termo para o sul, desde a extremidade do Mar Salgado, desde a baía que olha para o sul;

3. E sai para o sul, até à subida de Acrabim, e passa a Zim, e sobe do sul a Cades-Barnéia, e passa por Hezrom, e sobe a Adar, e vira para Carca;

4. E passa Azmom, e sai ao ribeiro do Egito, e as saídas deste termo vão até ao mar; este será o vosso termo do lado do sul.

5. O termo, porém, para o oriente será o Mar Salgado, até à foz do Jordão; e o termo para o norte será da baía do mar, desde a foz do Jordão.

6. E este termo subirá até Bete-Hogla, e passará do norte a Bete-Arabá, e este termo subirá até à pedra de Boã, filho de Rúben.

7. Subirá mais este termo a Debir desde o vale de Acor, indo para o norte rumo a Gilgal, a qual está em frente da subida de Adumim, que está para o sul do ribeiro; então este termo continua até às águas de En-Semes; e as suas saídas estão do lado de En-Rogel.

8. E este termo sobe pelo vale do filho de Hinom, do lado sul dos jebuseus (esta é Jerusalém) e sobe este termo até ao cume do monte que está diante do vale de Hinom para o ocidente, que está no fim do vale dos refains do lado do norte.

9. Então este termo vai desde a altura do monte até à fonte das águas de Neftoa; e sai até às cidades do monte de Efrom; vai mais este termo até Baalá (esta é Quiriate-Jearim).

10. Então volta este termo desde Baalá para o ocidente, até às montanhas de Seir, e passa ao lado do monte de Jearim do lado do norte (esta é Quesalom) e desce a Bete-Semes, e passa por Timna;

11. Sai este termo mais ao lado de Ecrom, para o norte, e este termo vai a Sicrom e passa o monte de Baalá, e sai em Jabneel; e assim este termo finda no mar.

12. Será, porém, o termo do lado do ocidente o Mar Grande, e suas adjacências; este é o termo dos filhos de Judá ao redor, segundo as suas famílias.

13. Mas a Calebe, filho de Jefoné, deu uma parte no meio dos filhos de Judá, conforme a ordem do Senhor a Josué; a saber, a cidade de Arba, que éHebrom; este Arba era pai de Anaque.

14. E Calebe expulsou dali os três filhos de Anaque: Sesai, e Aimã, e Talmai, gerados de Anaque.

15. E dali subiu aos habitantes de Debir; e fora antes o nome de Debir, Quiriate-Sefer.

16. E disse Calebe: Quem ferir a Quiriate-Sefer, e a tomar, lhe darei a minha filha Acsa por mulher.

17. Tomou-a, pois, Otniel, filho de Quenaz, irmão de Calebe; e deu-lhe a sua filha Acsa por mulher.

18. E sucedeu que, vindo ela a ele, o persuadiu que pedisse um campo a seu pai; e ela desceu do seu jumento; então Calebe lhe disse: Que é que tens?

19. E ela disse: Dá-me uma bênção; pois me deste terra seca, dá-me também fontes de águas. Então lhe deu as fontes superiores e as fontes inferiores.

20. Esta é a herança da tribo dos filhos de Judá, segundo as suas famílias.

21. São, pois, as cidades da tribo dos filhos de Judá, até ao termo de Edom, no extremo sul: Cabzeel, e Eder, e Jagur.

22. E Quiná, e Dimona, e Adada,

23. E Quedes, e Hazor, e Itnã,

24. Zife, e Telem, e Bealote,

25. E Hazor-Hadata, e Queriote-Hezrom (que é Hazor),

26. Amã e Sema, e Moladá,

27. E Hazar-Gada, e Hesmom, e Bete-Palete,

28. E Hazar-Sual, e Berseba, e Biziotiá,

29. Baalá, e Iim, e Azem,

30. E Eltolade, e Quesil, e Hormá.

31. E Ziclague, e Madmana, e Sansana,

32. E Lebaote, e Silim, e Aim, e Rimom; todas as cidades e as suas aldeias, vinte e nove.

33. Nas planícies: Estaol, e Zorá, e Asná,

34. E Zanoa, e En-Ganim, Tapua, e Enã.

35. E Jarmute, e Adulão, Socó, e Azeca,

36. E Saaraim, e Aditaim, e Gederá, e Gederotaim; catorze cidades e as suas aldeias.

37. Zenã, e Hadasa, e Migdal-Gade,

38. E Dileã, e Mizpe, e Jocteel,

39. Laquis, e Bozcate, e Eglom,

40. E Cabom, e Laamás, e Quitlis,

41. E Gederote, Bete-Dagom, e Naamá, e Maquedá, dezesseis cidades e as suas aldeias.

42. Libna, e Eter, e Asã,

43. E Iftá, e Asná, e Nezibe,

44. E Queila, e Aczibe, e Maressa; nove cidades e as suas aldeias.

45. Ecrom, com suas vilas, e as suas aldeias.

46. Desde Ecrom, e até ao mar, todas as que estão do lado de Asdode, e as suas aldeias.

47. Asdode, com as suas vilas e as suas aldeias; Gaza, com as suas vilas e as suas aldeias, até ao rio do Egito, e o Mar Grande e o seu termo.

48. E nas montanhas: Samir, Jatir, e Socó.

49. E Daná, e Quiriate-Saná (que é Debir),

50. E Anabe, Estemó, e Anim,

51. E Gósen, e Holom, e Giló; onze cidades e as suas aldeias.

52. Arabe, e Dumá e Esã,

53. E Janim, e Bete-Tapua e Afeca,

54. E Hunta, e Quiriate-Arba (que é Hebrom), e Zior; nove cidades e as suas

aldeias.

55. Maom, Carmelo, e Zife, e Jutá,

56. E Jizreel, e Jocdeão, e Zanoa,

57. Caim, Gibeá, e Timna; dez cidades e as suas aldeias.

58. Halul, Bete-Zur, e Gedor,

59. E Maarate, e Bete-Anote, e Eltecom; seis cidades e as suas aldeias.

60. Quiriate-Baal (que é Quiriate-Jearim), e Rabá; duas cidades e as suas aldeias.

61. No deserto: Bete-Arabá, Midim, e Secacá,

62. E Nibsã, e a Cidade do Sal, e En-Gedi; seis cidades e as suas aldeias.

63. Não puderam, porém, os filhos de Judá expulsar os jebuseus que habitavam em Jerusalém; assim habitaram os jebuseus com os filhos de Judá em Jerusalém, até ao dia de hoje.

Salmos 146

1. Louvai ao Senhor. Ó minha alma, louva ao Senhor.

2. Louvarei ao Senhor durante a minha vida; cantarei louvores ao meu Deus enquanto eu for vivo.

3. Não confieis em príncipes, nem em filho de homem, em quem não salvação.

4. Sai-lhe o espírito, volta para a terra; naquele mesmo dia perecem os seus pensamentos.

5. Bem-aventurado aquele que tem o Deus de Jacó por seu auxílio, e cuja esperança está posta no Senhor seu Deus.

6. O que fez os céus e a terra, o mar e tudo quanto neles, e o que guarda a verdade para sempre;

7. O que faz justiça aos oprimidos, o que dá pão aos famintos. O Senhor solta os encarcerados.

8. O Senhor abre os olhos aos cegos; o Senhor levanta os abatidos; o Senhor ama os justos;

9. O Senhor guarda os estrangeiros; sustém o órfão e a viúva, mas transtorna o caminho dos ímpios.

10. O Senhor reinará eternamente; o teu Deus, ó Sião, de geração em geração. Louvai ao Senhor.

Salmos 147

1. Louvai ao Senhor, porque é bom cantar louvores ao nosso Deus, porque é agradável; decoroso é o louvor.

2. O Senhor edifica a Jerusalém, congrega os dispersos de Israel.

3. Sara os quebrantados de coração, e lhes ata as suas feridas.

4. Conta o número das estrelas, chama-as a todas pelos seus nomes.

5. Grande é o nosso Senhor, e de grande poder; o seu entendimento é infinito.

6. O Senhor eleva os humildes, e abate os ímpios até à terra.

7. Cantai ao Senhor em ação de graças; cantai louvores ao nosso Deus sobre a harpa.

8. Ele é o que cobre o céu de nuvens, o que prepara a chuva para a terra, e o que faz produzir erva sobre os montes;

9. O que dá aos animais o seu sustento, e aos filhos dos corvos, quando clamam.

10. Não se deleita na força do cavalo, nem se compraz nas pernas do homem.

11. O Senhor se agrada dos que o temem e dos que esperam na sua misericórdia.

12. Louva, ó Jerusalém, ao Senhor; louva, ó Sião, ao teu Deus.

13. Porque fortaleceu os ferrolhos das tuas portas; abençoa aos teus filhos dentro de ti.

14. Ele é o que põe em paz os teus termos, e da flor da farinha te farta.

15. O que envia o seu mandamento à terra; a sua palavra corre velozmente.

16. O que dá a neve como lã; esparge a geada como cinza;

17. O que lança o seu gelo em pedaços; quem pode resistir ao seu frio?

18. Manda a sua palavra, e os faz derreter; faz soprar o vento, e correm as águas.

19. Mostra a sua palavra a Jacó, os seus estatutos e os seus juízos a Israel.

20. Não fez assim a nenhuma outra nação; e quanto aos seus juízos, não os conhecem. Louvai ao Senhor.

Jeremias 7

1. A Palavra que da parte do Senhor, veio a Jeremias, dizendo:

2. Põe-te à porta da casa do Senhor, e proclama ali esta palavra, e dize: Ouvi a palavra do Senhor, todos de Judá, os que entrais por estas portas, para adorardes ao Senhor.

3. Assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel: Melhorai os vossos caminhos e as vossas obras, e vos farei habitar neste lugar.

4. Não vos fieis em palavras falsas, dizendo: Templo do Senhor, templo do Senhor, templo do Senhor é este.

5. Mas, se deveras melhorardes os vossos caminhos e as vossas obras; se deveras praticardes o juízo entre um homem e o seu próximo;

6. Se não oprimirdes o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, nem derramardes sangue inocente neste lugar, nem andardes após outros deuses para vosso próprio mal,

7. Eu vos farei habitar neste lugar, na terra que dei a vossos pais, desde os tempos antigos e para sempre.

8. Eis que vós confiais em palavras falsas, que para nada vos aproveitam.

9. Porventura furtareis, e matareis, e adulterareis, e jurareis falsamente, e queimareis incenso a Baal, e andareis após outros deuses que não conhecestes,

10. E então vireis, e vos poreis diante de mim nesta casa, que se chama pelo meu nome, e direis: Fomos libertados para fazermos todas estas abominações?

11. É pois esta casa, que se chama pelo meu nome, uma caverna de salteadores aos vossos olhos? Eis que eu, eu mesmo, vi isto, diz o Senhor.

12. Mas ide agora ao meu lugar, que estava em Siló, onde, ao princípio, fiz habitar o meu nome, e vede o que lhe fiz, por causa da maldade do meu povo

Israel.

13. Agora, pois, porquanto fazeis todas estas obras, diz o Senhor, e eu vos falei, madrugando, e falando, e não ouvistes, e chamei-vos, e não respondestes,

14. Farei também a esta casa, que se chama pelo meu nome, na qual confiais, e a este lugar, que vos dei a vós e a vossos pais, como fiz a Siló.

15. E lançar-vos-ei de diante de minha face, como lancei a todos os vossos irmãos, a toda a geração de Efraim.

16. Tu, pois, não ores por este povo, nem levantes por ele clamor ou oração, nem me supliques, porque eu não te ouvirei.

17. Porventura não vês tu o que andam fazendo nas cidades de Judá, e nas ruas de Jerusalém?

18. Os filhos apanham a lenha, e os pais acendem o fogo, e as mulheres preparam a massa, para fazerem bolos à rainha dos céus, e oferecem libações a outros deuses, para me provocarem à ira.

19. Acaso é a mim que eles provocam à ira? diz o Senhor, e não a si mesmos, para confusão dos seus rostos?

20. Portanto assim diz o Senhor Deus: Eis que a minha ira e o meu furor se derramarão sobre este lugar, sobre os homens e sobre os animais, e sobre as árvores do campo, e sobre os frutos da terra; e acender-se-á, e não se apagará.

21. Assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel: Ajuntai os vossos holocaustos aos vossos sacrifícios, e comei carne.

22. Porque nunca falei a vossos pais, no dia em que os tirei da terra do Egito, nem lhes ordenei coisa alguma acerca de holocaustos ou sacrifícios.

23. Mas isto lhes ordenei, dizendo: Dai ouvidos à minha voz, e eu serei o vosso Deus, e vós sereis o meu povo; e andai em todo o caminho que eu vos mandar, para que vos vá bem.

24. Mas não ouviram, nem inclinaram os seus ouvidos, mas andaram nos seus próprios conselhos, no propósito do seu coração malvado; e andaram para trás, e não para diante.

25. Desde o dia em que vossos pais saíram da terra do Egito, até hoje, enviei-vos todos os meus servos, os profetas, todos os dias madrugando e enviando-os.

26. Mas não me deram ouvidos, nem inclinaram os seus ouvidos, mas endureceram a sua cerviz, e fizeram pior do que seus pais.

27. Dir-lhes-ás, pois, todas estas palavras, mas não te darão ouvidos; chamá-los-ás, mas não te responderão.

28. E lhes dirás: Esta é a nação que não deu ouvidos à voz do Senhor seu Deus e não aceitou a correção; pereceu a verdade, e foi cortada da sua boca.

29. Corta o teu cabelo e lança-o de ti, e levanta um pranto sobre as alturas; p o r q u e o Senhor rejeitou e desamparou a geração do seu furor.

30. Porque os filhos de Judá fizeram o que era mau aos meus olhos, diz o Senhor; puseram as suas abominações na casa que se chama pelo meu nome, para contaminá-la.

31. E edificaram os altos de Tofete, que está no Vale do Filho de Hinom, para queimarem no fogo a seus filhos e a suas filhas, o que nunca ordenei, nem me subiu ao coração.

32. Portanto, eis que vêm dias, diz o Senhor, em que não se chamará mais Tofete, nem Vale do Filho de Hinom, mas o Vale da Matança; e enterrarão em Tofete, por não haver outro lugar.

33. E os cadáveres deste povo servirão de pasto às aves dos céus e aos animais da terra; e ninguém os espantará.

34. E farei cessar nas cidades de Judá, e nas ruas de Jerusalém, a voz de gozo, e a voz de alegria, a voz de esposo e a voz de esposa; porque a terra se tornará em desolação.

O que você aprendeu com a leitura de hoje? Deixe o seu comentário.

E não desanime. Continue firme para ler a Bíblia em 1 ano, aqui no Universal.org.

Acompanhe a leitura do 191º dia clicando aqui.

Acompanhe a leitura do 193º dia clicando aqui.

Se você ainda não começou, clique aqui e comece agora, não deixe para amanhã.


  • Da Redação / Foto: Thinkstock 


reportar erro