Expressões que vieram da Bíblia- parte 2

Por Marcelo Cypriano / Foto: Thinkstock

Expressões e frases que fazem parte do cotidiano de muitas culturas, em várias línguas, têm origem na Bíblia – inclusive as ditas pelo próprio Senhor Jesus. Mesmo quem não é judeu ou cristão as incorporou ao dia a dia, sabendo ou não de sua origem.

E você, usa algumas delas? Veja alguns exemplos:

Lobo em pele de cordeiro

Bastante conhecida, a expressão se refere àqueles que fingem boas intenções só para se aproximar de alguém a quem querem prejudicar ou corromper. Jesus falava a respeito dos falsos profetas, usando uma figura conhecida das antigas fábulas de Esopo, contador de histórias da Grécia antiga que usava parábolas para ensinar lições de moral. “Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores.” - Mateus 7.15

A fé move montanhas

Certa vez, o Senhor Jesus caminhava e teve fome. Chegando perto de uma figueira para colher alguns frutos, viu que não havia figos, só folhas. Ordenou que a árvore secasse, o que aconteceu imediatamente. Impressionados não só com o fato de a figueira ter secado, mas também com a rapidez do acontecimento, perguntaram ao Messias como fez aquilo. Ele aproveitou a ocasião para falar da força da fé, que havia demonstrado na prática, até mesmo para o que parecia impossível: “Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Em verdade vos digo que, se tiverdes fé e não duvidardes, não só fareis o que foi feito à figueira, mas até se a este monte disserdes: Ergue-te, e precipita-te no mar, assim será feito; E, tudo o que pedirdes em oração, crendo, o recebereis.” - Mateus 21.21-22.

A união faz a força

Salomão é tido como o autor do livro de Eclesiastes, onde passa ao cristão uma lição sobre viver em família e em comunidade, além do bom trabalho em equipe: “Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho. Porque se um cair, o outro levanta o seu companheiro; mas ai do que estiver só; pois, caindo, não haverá outro que o levante. Também, se dois dormirem juntos, eles se aquentarão; mas um só, como se aquentará? E, se alguém prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; e o cordão de três dobras não se quebra tão depressa.” - Eclesiastes 4.9-12.

A carne é fraca

O Senhor Jesus usou a expressão para alertar sobre os perigos das tentações e limitações físicas, mas também para mostrar que o espírito humano encontra forças em Deus para vencê-las. Prestes a ser preso, traído por Judas, o Messias sentiu-Se triste e Se retirou com os apóstolos para o jardim do Getsêmani para orar. Ao acabar a oração e voltar-Se para Seus seguidores, viu que dormiam. Acordou Pedro e lamentou. “E, voltando para os Seus discípulos, achou-os adormecidos; e disse a Pedro: Então nem uma hora pudeste velar comigo? Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.” - Mateus 26.40-41

Após a tempestade vem a bonança

Diz respeito à passagem em que Jesus estava num barco com Seus discípulos, quando adormeceu e sobreveio uma violenta tempestade. Seus companheiros de viagem acordaram-No, com medo. Ele ordenou aos ventos e à água que se acalmassem, e assim aconteceu (Lucas 8.22-25). Mais uma vez o Messias os questionou sobre por que cederam ao medo e não usaram a fé. Das mais conhecidas, a expressão é usada hoje para mostrar que, por mais difícil que seja uma situação, ela pode ter um fim favorável, segundo nossas atitudes – e, claro, nossa fé.

Confira outras expressões, clicando aqui.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente