eb3c52f78ce3362254213324871c7984 Clamor do Sacrifício no Templo de Salomão - Universal.org

Clamor do Sacrifício no Templo de Salomão

Por Rafaela Dias / Fotos: Demetrio Koch

Quando estamos preocupados em salvar almas, não temos tempo para pecar, cair em tentação ou para pensar em nós mesmos”, essas foram umas das palavras iniciais do Bispo Edir Macedo, na reunião do Clamor do Sacrifício, neste sábado, 7 de julho, no Templo de Salomão.

Em uma reunião com mais de 10 mil pastores, vindos de diversas partes do mundo, o Bispo esclareceu que, durante os 41 anos da Igreja Universal do Reino de Deus, muitas pessoas começaram da maneira correta: focadas no ganho de almas. No entanto, à medida que o tempo foi passando, muitas deixaram de lado o prazer em levar o Senhor Jesus a outras pessoas e passaram a lutar por conquistas pessoais.


“Quando viramos o foco para conquistas pessoais, a fé cai. Quando a fé de conquistas espirituais cai, a fé de conquistas materiais também vai para o brejo e é justamente o que tem acontecido no nosso meio. Enquanto muitos estão ganhando almas, outros estão perdendo suas próprias almas, porque se esqueceram das Palavras de Jesus.”

As palavras que o Bispo se refere são as descritas no livro de Marcos, no capítulo 8, versículo 36.

“Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” Marcos 8:36

O Bispo ainda ressaltou que a fé para conquistas pessoais deve sempre ser inferior à fé para a conquista da Salvação. “Se você tem fé para conquistar mundos e fundos e não tem fé para conquistar sua própria Salvação, você está perdido. Não adianta eu ganhar os outros e perder a minha alma”, completou.

Ele ainda ensinou que o ser humano nunca deve permitir que vida eterna com Deus seja colocada em risco. "Não se brinca com Deus, Todo Poderoso, porque Ele não é criança para brincar. A Salvação é como Deus dentro de você, cuide como a menina dos seus olhos, senão, acontece, com você o que aconteceu com os que começaram bem e hoje estão prostrados”, disse.

As estratégias do diabo

O Bispo reiterou ainda que, por não ter acesso à vida da pessoa de Deus, o diabo usa distrações para atrair quem escolhe servir ao Altíssimo. Para exemplificar melhor, ele fez analogia com a estratégia de divulgação das lojas de roupas e de calçados.

“As vitrines de lojas são sempre chamativas com luzes por todos os lados. Da mesma forma o diabo quer que você olhe para o brilho deste mundo para que sinta desejo e cobiça. Não é pecado desejar comprar uma roupa, o pecado está em cair na tentação e acabar se entregando à vaidade. O diabo vai lhe pegar, porque vai conseguir distrair os seus olhos. Ele não pode lhe tocar, mas pode acender as luzes que ofuscam e chamam atenção dos olhos para que caiam em tentação”, afirmou.

No entanto, ele afirma que a única forma de fugir das distrações do diabo é se dedicando ao próximo. “Enquanto você estiver preocupado com o ganho de almas, você está protegido, mas quando sai deste ambiente Santo, vai para onde tem luzes e cobiças, consequentemente, cai em pecado”, concluiu.

O Clamor

Bispo e Pastores do Brasil e do mundo, após participarem da Santa Ceia, clamaram em favor das pessoas que fizeram seus votos na Fogueira Santa de Israel no Vale da Decisão. A oração foi feita por Bispos responsáveis pelo trabalho da Universal em diversos países, como o Bispo Clodomir Santos, responsável pelo trabalho evangelístico nos Estados Unidos, e o Bispo Marcelo Pires, que leva o Evangelho ao povo no continente Africano.


Representando o estado do Ceará, o Bispo Guaracy Santos, disse, em entrevista, que após o clamor, a vida de quem participou da Fogueira Santa já não será mais a mesma. “A única coisa impossível na sua vida é que não haja uma resposta. O altar é o próprio Deus e o sacrifício é o ofertante", afirmou.

Vindo de Israel, o Bispo Jean Paulo afirma que, de agora em diante, é necessário prosseguir. “A decisão foi tomada e agora temos que fazer a segunda parte: seguir para o alvo e não se distrair. Seguir para o que desejamos, porque, certamente, a bênção chegará, em nome do Senhor Jesus”, determinou.

Assista à reunião na íntegra:


ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente

Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo Web:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaela Dias, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone: (11) 2392-3372

Endereço: Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000