Rede aleluia

Cristiane Cardoso | 2 de agosto de 2019 - 00:00


Só quero ser feliz

Essa frase está nos filmes, nos seriados, nas novelas, nas redes sociais, nos vídeos. Por aí, na verdade, ela virou uma religião

Você já deve ter ouvido ou dito essa frase muitas vezes. Ela está nos filmes, nos seriados, nas novelas, nas redes sociais, nos vídeos. Por aí, na verdade, ela virou uma religião. As pessoas creem fielmente que o importante é ser feliz e, para isso, não podem pensar em mais ninguém. Elas vêm em primeiro, segundo e terceiro, custe o que custar, doa a quem doer, frustre e decepcione a quem quer que seja.

É assim que muitas crianças estão crescendo sem a mamãe, porque ela quer muito crescer na carreira, fazer muito dinheiro, ostentar beleza e viajar bastante, e, portanto, não tem tempo de educar, nem cuidar de criança. A criança, um dia, foi motivo para ela ser feliz, mas depois que passou aquela fase das fotinhos da barriga, do quartinho, e das roupinhas, já deu.

É assim que muitos maridos estão sendo traídos, porque a esposa queria muito se sentir atraente, e o “Ricardão” lá do trabalho a faz se sentir assim. Ele a faz se sentir desejada, algo que o maridão não faz tão bem mais. E ela odeia rotina, quer aventura e o perigo de viver uma relação extraconjugal como a “fulaninha da novela”.

É assim que muitas famílias viraram intrusas dentro da própria casa, porque todo mundo só quer viver a sua própria privacidade, de olho numa tela de celular. Odeiam a realidade, querem o virtual, o mundinho em que todo mundo pode ser quem sempre desejou ser, fazer tudo que sempre quis fazer, falar tudo que sempre quis falar, condenar, julgar, odiar, xingar. Tudo em nome do “direito de expressão” (mesmo que usando um perfil falso) e ainda de quebra, ter a atenção que sempre desejou ter, sem precisar ser quem é. Joga a verdade no lixo. É moda ser quem você não é!

É porque você só quer ser feliz.

No entanto, ser feliz por quais critérios? Com certeza, não os critérios de Deus, pois isso é puro egocentrismo. Nem pelos critérios de uma sociedade, já que ela também exige respeito e disciplina…

No fundo, você quer se sentir feliz. E para você se sentir feliz, você tem que agradar o seu coração. Portanto, a sua felicidade está dentro dos critérios do mesmo, e sem saber, você está fazendo as vontades de seu inimigo número um. Parabéns.

Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?” Jeremias 17:9

Agora eu pergunto: como pode alguém tão enganador, perverso e corrupto como o coração merecer tanto de você?

Se você quer ser feliz, então pare de pensar que para isso você precisa SENTIR, pois é assim que você entra nos critérios do seu inimigo número um. Ou você acha que ele quer lhe ver feliz?

Eu sou feliz, não porque eu me sinto feliz, mas porque eu SOU FELIZ. A minha felicidade vem de dentro de mim, por isso não preciso que nada no meu exterior me faça sentir algo. E meu inimigo não tem voz alguma nas decisões que tomo na minha vida. Por isso, faço o que é certo diante de Deus, mesmo que, às vezes, vá contra o que eu quero. E sabe como Ele me recompensa? Me fazendo mais feliz ainda.

Na fé.


  • Cristiane Cardoso / Foto: Getty Images 


reportar erro