Rede aleluia

Cristiane Cardoso | 10 de outubro de 2019 - 00:00


O objetivo da raiva

‘Só de ver o seu semblante todo feliz, me deu vontade de lhe dar um soco na cara. Quem ele pensa que é? Eu vim primeiro, era para eu ter sido aceito, e só não fui porque ele quis ser melhor que eu!’

Foi assim que Deus encontrou Caim, quando este estava cheio de raiva contra o seu irmão, Abel, por ter oferecido uma oferta melhor que a dele. E, na Sua misericórdia, Deus então o questionou:

“Por que te iraste?”

Deus sempre vai nos perguntar, mesmo já sabendo a resposta, pois o que Ele quer é que pensemos no que estamos fazendo. A verdade é que a oferta melhor de Abel mexeu com o ego de Caim, ou seja, ele estava irado porque se achava melhor que Abel. Mas, como a maioria das pessoas, Caim não quis pensar nem responder à pergunta de Deus. E Deus continuou…

“E por que descaiu o teu semblante?”

Outra pergunta que Deus já sabia a resposta, obviamente, mas que faria Caim raciocinar sobre o que ele carregava dentro de si. E claro, Caim não estava nem aí, ele só queria sentir, não queria raciocinar. E Deus vendo que ele não O responderia e, muito menos, raciocinaria no que estava fazendo, deu a Caim uma revelação:

“Se bem fizeres, não é certo que será aceito? E se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo, mas sobre ele deves dominar.”

Veja que Deus já estava falando para Caim o que ele seria capaz, se não resolvesse aquela ira dentro de si, mas não só isso, que a sua ira não tinha fundamento, pois se tivesse ofertado o seu melhor teria sido aceito também, assim como Abel. Para que invejá-lo? Basta aprender com o seu erro e, na próxima, fazer melhor!

Só que Caim não deu ouvido ao que Deus lhe falou, assim como muitos cristãos, que preferem descartar a Voz de Deus e dizer para si mesmos ‘ah, mas eu estou com raiva, não quero pensar agora, quero mesmo é colocar essa raiva para fora!’. Para, depois de fazer a besteira, então, usar o ‘errar é humano’, para se sentir melhor consigo mesmo.

Era para Caim aprender com Abel e admirá-lo por isso. Era para Caim sentir vergonha de ser o primogênito e fazer pior que seu irmão. Era para Caim pedir perdão a Deus pela sua oferta relaxada. Mas Caim não quis nada disso. Ele ignorou tudo que Deus havia lhe falado e não só isso, fez pior.

“Se levantou Caim contra o seu irmão Abel, e o matou.”

E assim tem acontecido com tantos cristãos. Não querem ouvir a Voz de Deus porque se acham entendidos do assunto, preferem remoer a raiva e o ódio contra aqueles que têm sido cristãos de verdade. Odeiam quando estes cristãos sacrificam o seu melhor para Deus e tentam matá-los com palavras. Sentem prazer em falar mal, xingar, fofocar, e criar rumores para difamá-los diante de todos.

É por isso que muitos destes já se encontram como Caim, caídos, fugitivos e vagabundos na terra, cuja a marca de Caim pode até ser um ‘título’ para ninguém lhes tocar. Mas Deus e o diabo os conhece.

Você tem raiva ou ódio de alguém? Saiba que o objetivo dessa ira é fazer mal a essa pessoa. Não aceite esse sentimento, não pense que ele faz parte da sua humanidade. Aquele versículo famoso que diz “Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira” continua assim:

“Não deis lugar ao diabo.” (Efésios 4:26,27)

Na fé.


  • Cristiane Cardoso / Foto: Getty Images 


reportar erro