Reencontre-se com Deus

Esfriar-se e cair na fé é um perigo que ronda constantemente o cristão no caminho rumo à sua Salvação

Por Núbia Siqueira / Foto: iStock

Esfriar-se e cair na fé são perigos que rondam constantemente o cristão no caminho rumo à sua Salvação. Para explicar esses riscos, o Senhor Jesus contou três parábolas seguidas, tratando do mesmo assunto no Evangelho de Lucas, capítulo 15.

Os exemplos usados foram de uma ovelha, de uma dracma e de um filho, todos perdidos. Elementos diferentes e que também se perderam por motivos diferentes.

Refletindo sobre a dracma, em específico, vemos que, mesmo sendo uma moeda de pequeno valor monetário, o Senhor Jesus usou seu exemplo para mostrar que todos os Seus filhos são importantes. Para Ele, ninguém é indigno de receber Sua atenção. Para mostrar esse cuidado, o Salvador empenha todo o Seu esforço para recuperar a “moeda” desaparecida.

Naquela época, era comum as casas terem chão batido; com isso, a poeira facilmente poderia cobrir a dracma e até soterrá-la. Então, para que ela não se tornasse perdida para sempre, uma lâmpada tinha que ser acesa. Logo a seguir, a dona da casa tinha que limpá-la minuciosamente, a fim de encontrar a dracma.

Podemos compreender que as dracmas são as almas; a mulher, a Igreja; e a lâmpada, a Palavra de Deus. Já a ação de varrer a casa simboliza a ação diligente da Igreja em cuidar das pessoas, e, caso alguma se perca, ela deve procurar e buscá-las.

Cada alma é preciosa para Deus, por isso, Ele não aceita perder passivamente nem uma sequer. Quando um filho deixa a Sua presença, causa-Lhe sofrimento profundo. Em contrapartida, nada Lhe causa mais satisfação que encontrá-lo novamente e tê-lo mais uma vez em Seus braços.

O amor de Deus é tão grande que nenhum filho ocupa o lugar do outro em Seu coração. Para imaginar o tamanho desta dedicação a nós, Ele tem reservado bênçãos e propósitos exclusivos para cada um.

Quem se perde na fé, a exemplo dessa moeda, fica no chão. Além disso, passa a ser pisado pelo diabo e se torna desfigurado pelo pecado. Porém, aos olhos do Altíssimo, continua sendo o Seu tesouro amado.

A culpa da sua queda não pode ser atribuída ao Salvador, pois o Seu cuidado nunca falhou com o homem. Portanto, é preciso se deixar achar, isto é, reconhecer que a falta é sua e se arrepender, para que assim seja restaurado e volte às Mãos do SENHOR, de onde nunca deveria ter saído.

No dia 27 de janeiro próximo, você terá essa oportunidade, pois vai acontecer o “Dia do Reencontro”. Você poderá participar em uma Universal mais próxima de sua casa (consulte o endereço clicando aqui).

ler mais
Reportar erro


Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Reencontre-se com Deus

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games