Você sabe orar o “Pai Nosso”?

Se você apenas repete a oração que o Senhor Jesus deixou, saiba que está orando de forma errada


Por Sabrina Marques / Foto: iStock

Sabemos que a oração é a peça fundamental na vida de qualquer pessoa. Orar é falar com Deus e essa é a comunicação essencial para que exista intimidade entre o homem e o Altíssimo.

A oração do “Pai Nosso” é a mais conhecida da Bíblia, pois foi ensinada aos discípulos por Jesus. Mas, por que esta oração é tão importante?

Encontre as respostas na explicação abaixo:

“Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o Teu nome; Venha o Teu reino, seja feita a Tua vontade, assim na terra como no céu; O pão nosso de cada dia nos dá hoje;

E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores; E não nos conduzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque Teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém.” (Mateus 6.9 ao 13)

Durante uma reunião no Templo de Salomão, em São Paulo, o Bispo Renato Cardoso ensinou como orar o “Pai Nosso” e o significado de cada frase citada na oração.

“O que Deus procura não é uma oração de meia hora e, sim, uma oração verdadeira, sincera e com fé, que acredita na Palavra. É a oração inteligente, baseada na Palavra de Deus”, comentou o Bispo.

Confira a interpretação da Oração do “Pai Nosso”:

“Pai nosso que estais no céu” – Tudo nesta oração, cada palavra tem uma razão de ser e serve como modelo para as nossas orações. Então, quando Ele diz “Pai Nosso”, esta oração é de um Filho de Deus, mas, todo são filhos de Deus?

Filho de Deus é todo aquele que crê no Senhor Jesus, no livro de João, capítulo 1, ele menciona que todos aqueles que creram no Senhor Jesus e O receberam, também receberam o poder de serem feitos filhos de Deus. Quando uma pessoa nasce, ela é uma criatura, uma extensão da criação. E para a pessoa se tornar filha de Deus, ela tem que reconhecê-lO como Pai.

“Santificado seja o Teu nome” – Como santificamos o nome de Deus?  Santificação significa separação para a glória de Deus. Nós temos que honrar e santificar o nome do nosso Deus, principalmente com nosso testemunho.

“Venha o Teu Reino” – quer dizer: eu almejo entrar no Reino de Deus, eu almejo que o Reino de Deus chegue a esta terra, à minha vida.

“Seja feita a Tua vontade, assim na terra como nos céus” – no reinado não é a minha vontade, é a vontade do Rei. O próprio Filho se submeteu à vontade do Pai; é isso que Deus procura nos Seus servos. Então, quando você estiver orando o “Pai Nosso”, tenha em mente a Vontade de Deus. Nas nossas orações temos que submeter nossos pedidos à vontade de Dele.

“O pão nosso de cada dia nos dá hoje” – Temos que orar diariamente e especificamente pela manhã. Porque ninguém vai orar pelo ‘nosso pão de cada dia’ na hora de dormir. O pão nosso representa todas as nossas necessidades, por isso, você deve pedir direção, disposição, inteligência para resolver os problemas.

“E perdoa-nos as nossas dividas, assim como perdoamos aos nossos devedores” – temos que perdoar as pessoas que nos ofendem. Esta é a parte da oração que devemos fazer ao final do dia, quando estivermos nos preparando para dormir. É a oração da limpeza e da manutenção espiritual.

“E não nos conduzas à tentação, mas livra-nos do mal” –  A tentação é a oportunidade e a vontade de pecar. Às vezes, você não está pensando em pecar, mas a oportunidade se apresenta, alguém te provoca, uma situação aparece. Mas se você está em espírito de oração, como Jesus ensinou, então, você não cai em tentação. Esta é uma oração que temos que fazer todos os dias, para o livramento do mal.

“Porque Teu é o Reino, o poder e a glória para sempre. Amém” – Por fim, toda honra e glória devem ser dadas ao Senhor Jesus. Siga este modelo de oração.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Você sabe orar o “Pai Nosso”?

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games