Microtraição: talvez você seja infiel e nem sabe

Saiba reconhecer esse mal que pode destruir relacionamentos


Por Andre Batista / Imagem: iStock

Muitas pessoas acreditam que ser infiel é beijar ou dormir com alguém que não seja o cônjuge. Na verdade, muito menos do que isso já é infidelidade. A chamada microtraição é algo que destrói tantos relacionamentos quanto a traição consumada.

Em vídeo publicado recentemente, o escritor Renato Cardoso, autor do livro “Casamento Blindado 2.0”, explica que toda traição tem início em atitudes que, a princípio, até parecem inocentes:

“O que para algumas pessoas não passa de um flerte, uma brincadeirinha, é sempre um grande risco para o relacionamento. Já ouviu falar que os menores frascos contêm os piores venenos? Com isso não é diferente! Não podemos nem sequer arriscar assim em um relacionamento, pois os efeitos podem ser catastróficos”.

O que é a microtraição?

“A microtraição pode ser definida como qualquer ato ou comportamento que uma pessoa comprometida tem e que indique algum envolvimento emocional ou físico com uma terceira pessoa”, explica Renato Cardoso.

Esse tipo de infidelidade “não precisa envolver ir para cama, beijos, um encontro secreto em algum carro, em algum motel. Pode ser algo bem simples”.

Exemplificando: trocar mensagens impróprias com pessoas via redes sociais é microtraição. Flertar com um colega de trabalho é microtraição.

Essas atitudes são perigosas, porque podem levar a algo bem pior. E mesmo essa microtraição pode fazer muito mal ao relacionamento. Afinal, se não fosse errado o flerte não precisaria ser segredo, certo?

Como evitar a armadilha da microtraição

Muitas vezes, a microtraição surge de maneira inocente. Mesmo nesses casos, ela tem potencial para destruir um relacionamento. Por isso, “é muito importante você questionar as suas próprias motivações”, explica o escritor.

É essencial você saber por que está tendo aquelas atitudes com aquela pessoa: você acha ela atraente, de alguma maneira? Sabe que aquela pessoa se atrai por você? Para inflar o seu ego ao receber elogios? Então, corte o mal pela raiz!

“O segredo, se você quer blindar o seu relacionamento, é não dar início. Não dar o primeiro passo”, orienta Renato. “Se você evita o primeiro passo, então, não vai escorregar. Se você evita andar longe da beira do precipício, provavelmente não vai cair no precipício. Mas, se você gosta de andar na beirinha do precipício, é muito provável que tropece e caia. Então, o conselho, a sabedoria diz: ande longe da beira do precipício.”

Assista ao vídeo abaixo e veja a orientação completa do escritor Renato Cardoso:

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Microtraição: talvez você seja infiel e nem sabe

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games