Leia a Bíblia em 1 ano – 175º dia

Deuteronômio 29, Salmos 119:49-72 e Isaías 56



Por Da Redação / Foto: Thinkstock

“O meu povo está sendo destruído,
porque lhe falta o conhecimento…”
Oséias 4.6

Conhecer
a Bíblia é muito importante para todos nós, especialmente nos momentos mais
difíceis de nossas vidas, pois Deus fala conosco por meio de Sua Palavra. O
Espírito Santo nos conduz, nos orienta, e quando passamos por tribulações, Ele
nos faz lembrar do que está escrito na Bíblia, de uma Palavra de Deus que nos
conforte. Mas só nos lembraremos se tivermos conhecimento Dela.

Por isso,
elaboramos um plano para que você leia a Bíblia em 1 ano. Se você ainda não
começou, clique
aqui e comece agora, não
deixe para amanhã. Você verá o quanto isso transformará a sua vida.

Se você
já está nesse propósito, acompanhe a leitura de hoje:

Deuteronômio 29

1. Estas são as palavras da aliança que o Senhor ordenou a Moisés que fizesse com os filhos de Israel, na terra de Moabe, além da aliança que fizera com eles em Horebe.

2. E chamou Moisés a todo o Israel, e disse-lhes: Tendes visto tudo quanto o Senhor fez perante vossos olhos, na terra do Egito, a Faraó, e a todos os seus servos, e a toda a sua terra;

3. As grandes provas que os teus olhos têm visto, aqueles sinais e grandes maravilhas;

4. Porém não vos tem dado o Senhor um coração para entender, nem olhos para ver, nem ouvidos para ouvir, até ao dia de hoje.

5. E quarenta anos vos fiz andar pelo deserto; não se envelheceram sobre vós as vossas vestes, e nem se envelheceu o vosso sapato no vosso pé.

6. Pão não comestes, e vinho e bebida forte não bebestes; para que soubésseis que eu sou o Senhor vosso Deus.

7. Vindo vós, pois, a este lugar, Siom, rei de Hesbom, e Ogue, rei de Basã, nos saíram ao encontro, à peleja, e nós os ferimos;

8. E tomamos a sua terra e a demos por herança aos rubenitas, e aos gaditas, e à meia tribo dos manassitas.

9. Guardai, pois, as palavras desta aliança, e cumpri-as, para que prospereis em tudo quanto fizerdes.

10. Vós todos estais hoje perante o Senhor vosso Deus; os capitães de vossas tribos, vossos anciãos, e os vossos oficiais, todos os homens de Israel;

11. Os vossos meninos, as vossas mulheres, e o estrangeiro que está no meio do vosso arraial; desde o rachador da vossa lenha até ao tirador da vossa água;

12. Para entrardes na aliança do Senhor teu Deus, e no seu juramento que o Senhor teu Deus hoje faz convosco;

13. Para que hoje te confirme por seu povo, e ele te seja por Deus, como te tem dito, e como jurou a teus pais, Abraão, Isaque e Jacó.

14. E não somente convosco faço esta aliança e este juramento;

15. Mas com aquele que hoje está aqui em pé conosco perante o Senhor nosso Deus, e com aquele que hoje não está aqui conosco.

16. Porque vós sabeis como habitamos na terra do Egito, e como passamos pelo meio das nações pelas quais passastes;

17. E vistes as suas abominações, e os seus ídolos, o pau e a pedra, a prata e o ouro que havia entre eles,

18. Para que entre vós não haja homem, nem mulher, nem família, nem tribo, cujo coração hoje se desvie do Senhor nosso Deus, para que vá servir aos deuses destas nações; para que entre vós não haja raiz que dê veneno e fel;

19. E aconteça que, alguém ouvindo as palavras desta maldição, se abençoe no seu coração, dizendo: Terei paz, ainda que ande conforme o parecer do meu coração; para acrescentar à sede a bebedeira.

20. O Senhor não lhe quererá perdoar; mas fumegará a ira do Senhor e o seu zelo contra esse homem, e toda a maldição escrita neste livro pousará sobre ele; e o Senhor apagará o seu nome de debaixo do céu.

21. E o Senhor o separará para mal, de todas as tribos de Israel, conforme a todas as maldições da aliança escrita no livro desta lei.

22. Então dirá à geração vindoura, os vossos filhos, que se levantarem depois de vós, e o estrangeiro que virá de terras remotas, vendo as pragas desta terra, e as suas doenças, com que o Senhor a terá afligido;

23. E toda a sua terra abrasada com enxofre, e sal, de sorte que não será semeada, e nada produzirá, nem nela crescerá erva alguma; assim como foi a destruição de Sodoma e de Gomorra, de Admá e de Zeboim, que o Senhor destruiu na sua ira e no seu furor.

24. E todas as nações dirão: Por que fez o Senhor assim com esta terra? Qual foi a causa do furor desta tão grande ira?

25. Então se dirá: Porquanto deixaram a aliança do Senhor Deus de seus pais, que com eles tinha feito, quando os tirou do Egito;

26. E foram, e serviram a outros deuses, e se inclinaram diante deles; deuses que eles não conheceram, e nenhum dos quais lhes tinha sido dado.

27. Por isso a ira do Senhor se acendeu contra esta terra, para trazer sobre ela toda a maldição que está escrita neste livro.

28. E o Senhor os arrancou da sua terra com ira, e com indignação, e com grande furor, e os lançou em outra terra como neste dia se vê.

29. A s coisas encobertas pertencem ao Senhor nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem a nós e a nossos filhos para sempre, para que cumpramos todas as palavras desta lei.

Salmos 119.49-72

49. Lembra-te da palavra dada ao teu servo, na qual me fizeste esperar.

50. Isto é a minha consolação na minha aflição, porque a tua palavra me vivificou.

51. Os soberbos zombaram grandemente de mim; contudo não me desviei da tua lei.

52. Lembrei-me dos teus juízos antiqüíssimos, ó Senhor, e assim me consolei.

53. Grande indignação se apoderou de mim por causa dos ímpios que abandonam a tua lei.

54. Os teus estatutos têm sido os meus cânticos na casa da minha peregrinação.

55. Lembrei-me do teu nome, ó Senhor, de noite, e observei a tua lei.

56. Isto fiz eu, porque guardei os teus mandamentos.

57. O Senhor é a minha porção; eu disse que observaria as tuas palavras.

58. Roguei deveras o teu favor com todo o meu coração; tem piedade de mim, segundo a tua palavra.

59. Considerei os meus caminhos, e voltei os meus pés para os teus testemunhos.

60. Apressei-me, e não me detive, a observar os teus mandamentos.

61. Bandos de ímpios me despojaram, mas eu não me esqueci da tua lei.

62. À meia-noite me levantarei para te louvar, pelos teus justos juízos.

63. Companheiro sou de todos os que te temem e dos que guardam os teus preceitos.

64. A terra, ó Senhor, está cheia da tua benignidade; ensina-me os teus estatutos.

65. Fizeste bem ao teu servo, Senhor, segundo a tua palavra.

66. Ensina-me bom juízo e ciência, pois cri nos teus mandamentos.

67. Antes de ser afligido andava errado; mas agora tenho guardado a tua palavra.

68. Tu és bom e fazes bem; ensina-me os teus estatutos.

69. Os soberbos forjaram mentiras contra mim; mas eu com todo o meu coração guardarei os teus preceitos.

70. Engrossa-se-lhes o coração como gordura, mas eu me recreio na tua lei.

71. Foi-me bom ter sido afligido, para que aprendesse os teus estatutos.

72. Melhor é para mim a lei da tua boca do que milhares de ouro ou prata.

Isaías 56

1. Assim diz o Senhor: Guardai o juízo, e fazei justiça, porque a minha salvação está prestes a vir, e a minha justiça, para se manifestar.

2. Bem-aventurado o homem que fizer isto, e o filho do homem que lançar mão disto; que se guarda de profanar o sábado, e guarda a sua mão de fazer algum mal.

3. E não fale o filho do estrangeiro, que se houver unido ao Senhor, dizendo: Certamente o Senhor me separará do seu povo; nem tampouco diga o eunuco: Eis que sou uma árvore seca.

4. Porque assim diz o Senhor a respeito dos eunucos, que guardam os meus sábados, e escolhem aquilo em que eu me agrado, e abraçam a minha aliança:

5. Também lhes darei na minha casa e dentro dos meus muros um lugar e um nome, melhor do que o de filhos e filhas; um nome eterno darei a cada um deles, que nunca se apagará.

6. E aos filhos dos estrangeiros, que se unirem ao Senhor, para o servirem, e para amarem o nome do Senhor, e para serem seus servos, todos os que guardarem o sábado, não o profanando, e os que abraçarem a minha aliança,

7. Também os levarei ao meu santo monte, e os alegrarei na minha casa de oração; os seus holocaustos e os seus sacrifícios serão aceitos no meu altar; porque a minha casa será chamada casa de oração para todos os povos.

8. Assim diz o Senhor Deus, que congrega os dispersos de Israel: Ainda ajuntarei outros aos que já se lhe ajuntaram.

9. Vós, todos os animais do campo, todos os animais dos bosques, vinde comer.

10. Todos os seus atalaias são cegos, nada sabem; todos são cães mudos, não podem ladrar; andam adormecidos, estão deitados, e gostam do sono.

11. E estes cães são gulosos, não se podem fartar; e eles são pastores que

nada compreendem; todos eles se tornam para o seu caminho, cada um para a sua ganância, cada um por sua parte.

12. V i n d e , dizem, trarei vinho, e beberemos bebida forte; e o dia de amanhã será como este, e ainda muito mais abundante.

O que você aprendeu com a leitura
de hoje?
Deixe o seu comentário.

E não
desanime. Continue firme para ler a Bíblia em 1 ano, aqui no Universal.org.

Acompanhe
a leitura do
174º dia clicando aqui.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Leia a Bíblia em 1 ano – 175º dia

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games