Rede aleluia
Recado do inferno aos cristãos e judeus
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Bispo Macedo | 5 de Março de 2015 - 05:58


Recado do inferno aos cristãos e judeus

Recado do inferno aos cristãos e judeus

Abaixo segue um folheto que estava sendo distribuído em Durban, África do Sul.
Um de nossos obreiros, que estava a caminho da prisão local para o trabalho de evangelização, o recebeu dobrado.

Tradução:

Participe da nossa mais última cruzada:
“PATROCINE UM FOGUETE PARA A BRIGADA PALESTINA AL QASSAM”.
“MATE UM JUDEU OU CRISTÃO E GANHE A RECOMPENSA DE JANNAH”
HAMMAS/ Al QAEDA/ ISIL/ TAKFIRIS precisam de você para a JIHAD (guerra) contra os NÃO muçulmanos do mundo.
Domínio muçulmano – Campanha mate um judeu ou um cristão.
Patrocine um foguete para a Brigada AL QASSAM

Destrua judeus e cristãos ao redor do mundo!
Nós iremos morrer por HAMMAS

Mensagem vinda do excelentíssimo MUHAMMAD ISMAIL ALI AKBAR, nosso supremo comandante do Reino Unido (o leão de KASHMIR)
“Mate um judeu ou cristão e ganhe a recompensa de Jannah”


reportar erro