Rede aleluia
Prisão perpétua
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Bispo Macedo | 25 de Setembro de 2021 - 05:14


Prisão perpétua

Um relato de fé da Ucrânia

Prisão perpétua

Olá, meus queridos amigos!

Que a paz de Nosso Senhor Jesus Cristo esteja com vocês!

Sempre é uma alegria participar das reuniões on-line e das mensagens do Bispo Edir Macedo. Agradeço a Deus por sempre direcionar ao senhor, bispo, e enchê-lo do Espírito Santo e fortalecê-lo na fé!

Eu não conhecia a Deus e vivia como muitos adolescentes: pensando somente em roubos e furtos. E assim vivi até o ano de 2003.

Vivia desta maneira, sem saber que o meu Senhor e Salvador já tinha preparado para mim a Salvação.

No ano de 2003 fui sentenciado à prisão perpétua. E lá na cela, recebi em mãos um livro, no caso, a Bíblia! E então, lendo a Bíblia, conheci meu Deus e Salvador Jesus Cristo.

No ano de 2015, tivemos a visita dos obreiros e pastores da Igreja Universal. Ouvindo a pregação do evangelho por parte dos pastores, o Nosso Senhor tocou em mim, e aquela palavra entrou e permaneceu no meu coração.

Depois da oração, o pastor me presenteou com o livro “Nada a Perder” do Bispo Edir Macedo.

Este livro me fortaleceu na fé, me orientando e dando visão de como lutar e vencer, e permanecer em espírito com o Nosso Senhor Jesus.

Foi uma reunião maravilhosa! Vi ali, através da vida deles, a entrega dos obreiros, dos pastores. No momento da busca ao Espírito Santo, vi o agir do Nosso Salvador!

Eu reconheci que, realmente, faltava a Presença de Jesus em minha vida, a qual eu senti no momento da reunião. Deus me tocou e me encheu do seu amor e da sua luz.

No ano de 2018, me batizei nas águas. E, logo após o batismo, recebi o livro “Nada a Perder 2”, o qual eu já queria ler há muito tempo.

Fiquei muito feliz por terem me presenteado com os livros e também com a Bíblia, que para mim é como um guia aqui dentro da prisão! Os livros do senhor foram muito úteis para mim e para toda a minha vida.

Hoje sou feliz e liberto. Passo o tempo em oração e ouvindo as pregações. Eu e muitas outras pessoas, que ainda nos encontramos na prisão, nos arrependemos e temos uma Aliança com Deus.

Esperamos a visita de vocês ansiosamente para participarmos da reunião. Vocês trazem a luz, o amor em seus corações, e vemos que Deus os ungiu, e tem abençoado vocês em todos os lugares!

Bispo Edir Macedo, mesmo cumprindo uma sentença de prisão perpétua, vejo o agir de Deus através do seu ministério e evangelismo. Os pastores e obreiros realizam uma grande obra nas igrejas, nas ruas, nas prisões, nos orfanatos, nos hospitais.

Pedimos aos senhores que orem por nós, para que Deus venha abençoar, tocar no coração e nos ajudar a ouvir, ler e participar das reuniões através da internet.

Nós os amamos e vemos o amor de Cristo nos senhores! Estamos sempre em oração pelos senhores!

Nós agradecemos a Deus por essa grandiosa obra. Pois agora vemos que a alma de cada cristão pode ser alcançada por meio de livros e da internet.

Sergeii Subotnii / Prisão perpétua – Ucrânia


Prisão perpétua
  • Bispo Edir Macedo 


reportar erro