Rede aleluia
Os filhos da indisciplina
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Bispo Macedo | 20 de Abril de 2016 - 05:55


Os filhos da indisciplina

Os filhos da indisciplina

“Eram, porém, os filhos de Eli filhos de belial; não conheciam ao Senhor.” I Samuel 2.12

Todos os homens perversos, imorais, cruéis, profanos, violentos, obstinados e rebeldes à Lei de Deus eram considerados pelos israelitas como filhos de belial, isto é, filhos sem valor, inúteis, ou, filhos da destruição. Numa linguagem mais clara, filhos do próprio diabo! Mas, por que os dois filhos do sacerdote Eli, Hofni e Fineias, que também exerciam o sacerdócio, receberam tal definição? Por conta do seu caráter mau e indisciplinado.

Eles cresceram vendo o pai exercendo o santo ofício no Tabernáculo de Deus em Siló e foram preparados para fazer o mesmo. Era exigido que os sacerdotes tivessem uma vida de santidade, temor e reverência às questões sagradas, pois eles tinham a função de apresentar os sacrifícios a Deus em favor de toda a nação. Hofni e Fineias estavam longe de atender às qualidades de um verdadeiro sacerdote.

Eram homens profanos, que não respeitavam as Leis Divinas! Exerciam o sacerdócio de maneira leviana e desonesta, uma vez que, além de se prostituírem com as mulheres na porta da congregação, também roubavam as ofertas de sacrifício oferecidas a Deus, pois tiravam além do que lhes era permitido.

“Era, pois, muito grande o pecado destes moços perante o Senhor, porquanto os homens desprezavam a oferta do Senhor.” I Samuel 2.17

Eli tinha conhecimento do mau comportamento dos seus filhos, mas não agiu com rigor para corrigi-los. Deus Se desagradou dele e o desaprovou! Isso lhe custou a honra de ter na sua casa, dentre os da sua linhagem, homens que pudessem estar diante do Altíssimo como sacerdotes no Seu templo. Não há honra maior do que ser escolhido pelo Senhor Jesus para a mais nobre função, que é ganhar almas para o Seu Reino, mas também, não há nada pior do que ser rejeitado por Ele! Mas Ele só rejeita aqueles que primeiro O rejeitaram na maneira negligente e relaxada como procederam em relação aos talentos por Ele oferecidos.

“Portanto, diz o Senhor Deus de Israel: Na verdade tinha falado Eu que a tua casa e a casa de teu pai andariam diante de Mim perpetuamente; porém agora diz o Senhor: Longe de Mim tal coisa, porque aos que Me honram honrarei, porém os que Me desprezam serão desprezados.” I Samuel 2.30

O verdadeiro servo é disciplinado! Ele não questiona a vontade do seu Senhor. Nada lhe dá mais satisfação do que agradar ao Senhor que o salvou e o separou para fazer a Sua Obra. A sua vida de retidão e temor faz com que ele seja respeitado por todos. Já o indisciplinado, que não aceita a correção, será lançado fora, para longe da presença do Senhor.

Hofni e Fineias foram mortos quando transportaram a Arca da Aliança para o campo de batalha entre Israel e os filisteus. Isso mostra que apenas os que vivem na disciplina da Palavra de Deus é que têm a autoridade do Seu Santo Espírito para realizar as Suas Obras. O que aconteceu a Eli e a seus filhos serve de alerta para todos nós pastores, esposas, obreiros, bispos e a todos que se dispõem a servir o Senhor Jesus.


reportar erro