Rede aleluia
Onde resolver todos os seus problemas?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Bispo Macedo | 10 de maio de 2020 - 00:01


Onde resolver todos os seus problemas?

O caos chegou inesperadamente e pegou a humanidade de surpresa...

Onde resolver todos os seus problemas?

O caos chegou inesperadamente e pegou a humanidade de surpresa.
Nessa rasteira, muitas pessoas caíram e estão esmagadas pelo sofrimento. Por mais que se fale numa solução vinda daqui e dali, no íntimo, todos sabem que um livramento real e efetivo está longe de vir por meios naturais.

Além das dores provocadas pelas perdas, há muitas incertezas quanto ao amanhã. O coronavírus veio e mostrou que o ser humano não tem o controle sobre a vida. Ele ainda humilhou a ciência, pois, nunca vimos tantos conselhos desencontrados com respeito ao combate de uma moléstia. Mas, o Covid-19 abalou também a economia mundial, e expôs a fragilidade do sistema político, que teve dificuldade em criar estratégias eficazes para conter a pandemia.

Diante de toda essa crise, temos ouvido o choro e o lamento de jovens, de pais, de idosos, de desempregados, de doentes e desamparados por toda parte.
Há um grito urgente na garganta dos aflitos, mas a maioria não sabe como desabafar toda a angústia que carrega no peito.

Sim, a vida é dura. E ela não para a fim de dar tempo para você chorar, reclamar ou se descabelar. Com dor ou sem dor, honrado ou humilhado, feliz ou triste, o tempo não perdoa. A vida vai passando e, sem esperança, muitos estão deprimidos, desesperados, e há outros que até o suicídio já planejaram.

Mas, há socorro perfeito para o golpe que você sofreu!
Isso mesmo que você leu! Há um lugar onde se pode encontrar alívio imediato para todos os problemas, e basta apenas um ato da sua parte, para isso acontecer. Portanto, ninguém precisa continuar vivendo sufocado pelas necessidades, se tiver intrepidez e coragem para correr para o Trono do favor de Deus.

O convite já foi feito:

“Cheguemos, pois, com confiança (intrepidez) ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno.” Hebreus 4.16

O acesso ao Altíssimo está aberto a todos. Não delegue a terceiros o que foi dito para você mesmo fazer. O “tempo oportuno” se chama hoje, justamente o momento da sua maior aflição.

Temos a garantia na Palavra, que o Senhor Jesus nunca deixará de nos receber, de nos ouvir atentamente e de nos atender. Ele também não irá se atrasar para este encontro. Muito menos irá nos mandar voltar outra hora, porque considera a urgência de cada pessoa.

Então, o nosso SENHOR, continua no Seu Trono e podemos encontrar primeiro misericórdia, depois, o favor que tanto precisamos. Ou seja, temos a Sua bondade já logo de início a nos dizer que somos aceitos, e podemos ainda expor as nossas necessidades detalhadamente para encontrar a solução.

Diante disso, aproxime-se agora do Trono da Graça sem medo, pois, foi dado a você liberdade para isso. Mas, o requisito fundamental para receber a resposta é crer, sem duvidar.


Onde resolver todos os seus problemas?
  • Núbia Siqueira  


reportar erro