Rede aleluia
Como viver além das aparências?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Bispo Macedo | 14 de Julho de 2021 - 00:01


Como viver além das aparências?

Se você também enfrenta esse dilema, não perca a próxima reunião do Godllywood Autoajuda

Como viver além das aparências?

Olá, Dona Cris!

Que bênção será nossa próxima reunião do Godllywood Autoajuda – no próximo sábado, 24 de julho,  às 18h, no Templo de Salomão, em todas as igrejas Universal, e também ao vivo pelo univervideo.com.

Preciso dar um breve testemunho acerca da aparência, pois esta questão me perseguiu por muito tempo. Já tive diversos distúrbios alimentares, fui viciada em drogas para emagrecer, e fui tão viciada em compras que fiz dívidas astronômicas para me sentir um pouco melhor, ou seja, eu tinha muitos problemas de autoestima.

Contudo, no último Jejum de Daniel, tive a maior glória da minha vida. Meu tão sonhado batismo com o Espírito Santo… e posso dizer, com toda certeza, que isso mudou minha forma de ver a mim mesma e minha aparência!

Fui batizada no quintal da minha casa, numa madrugada, e quando passei pela porta, ao me olhar no espelho da entrada, pela primeira vez na vida, eu me senti realmente bonita. Eu vi uma alma. Agora mesmo eu ainda me lembro daquele momento, pois me olhei com tanto amor, tanta compreensão… vi meu rosto iluminado.

Brinquei com meu marido dizendo que se eu estivesse fazendo um tratamento de beleza, teria parado naquele momento. Se eu estivesse com alguma cirurgia marcada, desistiria. Naquela madrugada, minha visão sobre mim mesma se transformou.

Amei minhas rugas, amei meu cabelo enrolado, pois foi Deus que fez assim! Tenho preferido roupas mais femininas, que me lembram da graça com que Deus me criou. Tudo muito feminino, confortável, discreto e doce, porque a beleza de ser mulher é uma bênção.

Mudei minha alimentação, porque um templo do Espírito Santo merece o melhor. Sou uma casa, e o cuidado e adorno precisam ser atraentes a Deus. Se antes eu me vestia para chamar a atenção dos homens e das mulheres, hoje quero chamar a atenção do meu amado Espírito Santo, e trazer honra ao meu esposo. O Espírito Santo mudou minha vida, mas o principal, mudou a minha mente. Hoje eu me enxergo, realmente vejo quem eu sou e não o que mundo diz que eu sou.

Obrigada, D. Cristiane, por se deixar ser usada por Deus para nos abençoar. Enquanto o mundo tem mulheres “funkeiras e siliconadas” como alvo, eu tenho verdadeira admiração pela D. Ester, que pra mim é linda como minha mãe obreira. Mulheres que vão além da aparência, e nos ensinam que aquilo que é realmente belo não envelhece. Ficamos cada vez melhores, quanto mais próximas estamos de Deus.

Pamela Souza


Como viver além das aparências?
  • Cristiane Cardoso 


reportar erro