Rede aleluia
A Força do Jejum
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Bispo Macedo | 30 de Janeiro de 2015 - 06:00


A Força do Jejum

A Força do Jejum

“Então, os discípulos, aproximando-se de Jesus, perguntaram em particular: Por que motivo não pudemos nós expulsá-lo? E Ele lhes respondeu: Por causa da pequenez da vossa fé. Pois em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e ele passará. Nada vos será impossível. Mas esta casta não se expele senão por meio de oração e jejum.” Mateus 17.19-21

Minutos antes disso, um pai pediu ao Senhor Jesus que curasse o seu filho, pois este tinha sintomas de ataques de bipolaridade e caía o tempo todo ou no fogo ou na água, e os discípulos não puderam curá-lo!

O Senhor Jesus, então, manda trazer o menino, repreende o espírito e, instantaneamente, o milagre acontece.

A pergunta é: “Por que Jesus falou do JEJUM com os apóstolos e não com o pai e o seu filho?”

A resposta é simples: como exigir que alguém perturbado, bipolar e fora de si pague um preço como este se estamos falando de alguém que não responde por si mesmo, e que, com a mente dominada por Satanás, está sempre vivendo em outro mundo?

Por esse motivo, o JEJUM era uma exigência maior para aqueles que tinham a responsabilidade e a autoridade para libertar, curar e socorrer, principalmente, a alma dos que sofrem.

Imaginemos então todos nós que servimos a Deus, com ou sem título e uniforme, o bem que causaremos a nós próprios e a uma multidão de gente aflita que depende da ação da nossa fé para sair das garras do diabo neste JEJUM DE DANIEL!


reportar erro