Rede aleluia
14 de maio: bons olhos x maus olhos
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Terapia do Amor | 13 de maio de 2020 - 16:46


14 de maio: bons olhos x maus olhos

Você irá aprender 5 dicas para apreciar os pontos positivos da pessoa amada

14 de maio: bons olhos x maus olhos

A Bíblia relata que quando a mulher adúltera (João 8) foi pega em adultério os fariseus a levaram até Jesus para que Ele a condenasse ao apedrejamento, como determinava a lei de Moisés.

No entanto, Jesus propôs que aquele que não tivesse nenhum pecado atirasse a primeira pedra. Assim, acusados pela própria consciência, eles se retiraram.

Jesus, então disse à mulher: “Nem Eu também te condeno; vai-te, e não peques mais”. João 8.11

Vale observar que, enquanto ouvia os fariseus, a Bíblia diz que Jesus escrevia na terra. Não sabemos o que Ele escrevia na areia (terra) porque a Bíblia não diz. Talvez, sobre os pecados daquela mulher. Mas, suponhamos que fosse isso. Que lição podemos aprender?

Escreva na areia o que deve ser esquecido

Será que o fato de Jesus escrever os pecados dela na areia não foi para nos ensinar que devemos fazer o mesmo com tudo aquilo que deve ser esquecido? Pois, o que é escrito na areia o vento e a chuva podem apagar.

Por outro lado, o que é escrito numa rocha permanece. Por essa razão, Deus escreveu os dez mandamentos entregues a Moisés numa rocha. Para nunca serem esquecidos.

Portanto, faça o mesmo em relação à pessoa amada. Quando ela fizer algo que lhe entristece, escreva na areia. Em contrapartida, quando ela fizer algo que o (a) deixa feliz escreva na rocha.

Infelizmente, muitos casais têm feito exatamente o oposto. Ficam remoendo e guardando no coração palavras ditas em um momento de raiva, por exemplo. E se esquecem das coisas boas que a pessoa amada proporciona.

Qual será a sua escolha?

É como se dentro de cada pessoa existissem a rocha e a areia e é ela quem escolhe onde irá escrever. Quando escolhe escrever as coisas ruins na rocha ela passa a ter maus olhos, mas quando escolhe escrever na areia, logo vai esquecer e manterá os bons olhos em relação ao seu cônjuge e, consequentemente, terá um casamento feliz.

Se você tem dificuldades para esquecer as coisas ruins que acontecem no seu relacionamento, venha participar da Terapia do Amor, nesta quinta-feira, 14 de maio.

Você irá receber 5 dicas para conseguir ter bons olhos em relação à pessoa amada e, consequentemente, conquistar um casamento feliz e duradouro.

Todas as reuniões da Terapia do Amor serão transmitidas, ao vivo, direto do Templo de Salomão, às 10h, 15h e 20h, pelos redes sociais da Universal no InstagramFacebook e Youtube, pelo Univer Vídeo, pela TV Universal. Ou ainda poderá assistir pelos canais CNT e 21 e ouvir pela Rede Aleluia (99,5 FM).

Mas, se você não faz parte do grupo de risco do novo coronavírus, você também poderá participar presencialmente. Não perca.


14 de maio: bons olhos x maus olhos
  • Jeane Vidal / Foto: Getty Images 


reportar erro