Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Terapia do Amor | 11 de março de 2020 - 14:33


12 de março: Individualidade x Individualismo

Nesta quinta-feira, na Terapia do Amor, você entenderá como essas duas características podem interferir no seu relacionamento

Muitas pessoas confundem individualidade com individualismo, mas embora sejam palavras parecidas, têm significados bem distintos.

Enquanto a primeira é uma qualidade da personalidade, a segunda é um defeito.

De acordo com o psiquiatra e escritor Augusto Cury, “o individualismo é uma característica doentia da personalidade, ancorada na incapacidade de aprender com os outros, na carência de solidariedade, no desejo de atender em primeiro, segundo e terceiro lugar aos próprios interesses. Em último lugar, ficam as necessidades dos outros. A individualidade, por sua vez, está ancorada na segurança, na determinação, na capacidade de escolha. É, portanto, uma característica muito saudável da personalidade”.

A Palavra de Deus também nos alerta quanto ao perigo do individualismo. Sobre ele, Salomão escreveu: O solitário busca o seu próprio interesse e insurge-se contra a verdadeira sabedoria”. Provérbios 18.1

Já sobre o amor verdadeiro, o apóstolo Paulo escreveu: “O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses.  1 Coríntios  13.4

Isto é, o amor não é individualista, antes procura o que é melhor para o relacionamento e isso, muitas vezes, exige renúncia da própria vontade. Quando não existe esse desprendimento de uma das partes, infelizmente, o casamento estará fadado ao fracasso.

Portanto, para alcançar um relacionamento saudável e feliz não pode haver interesses individuais e, sim, interesses comuns. Embora cada um tenha a sua individualidade respeitada.

Se você deseja ter um casamento feliz, então, precisa entender isso. Caso queira aprender mais sobre o assunto, falaremos a respeito nesta quinta-feira, dia 12 de março, na Terapia do Amor. Não falte! Você aprenderá a preservar sua individualidade dentro do relacionamento, sem ser individualista.

Aprenda a praticar o amor inteligente.

Terapia do Amor acontece no Templo de Salomão e também em outras localidades. Encontre o endereço mais próximo de você em http://www.universal.org/enderecosTerapia/


  • Jeane Vidal / Foto: Getty Images 


reportar erro