Rede aleluia

Notícias | 13 de maio de 2019 - 14:30


Jovem personalidade da internet é condenado por pornografia infantil

Austin Jones, que é músico e youtuber, atraía suas fãs em mensagens privadas. Saiba como você pode proteger seus filhos dos perigos da internet

Um jovem norte-americano e personalidade da internet foi condenado a 10 anos de prisão por incentivo e receptação de pornografia infantil. Trata-se do músico e youtuber Austin Jones, de 26 anos. Ele fez sucesso na rede social de vídeos, publicando canções cantadas à capela. A sentença foi decretada recentemente pelas autoridades do estado de Illinois, nos Estados Unidos.

Em 2017, Jones foi preso ao se declarar culpado. Ele admitiu encorajar garotas menores de idade a enviar fotos e vídeos sexualmente explícitos em mensagens privadas. O jovem argumentava que tal atitude delas provaria que eram suas maiores fãs e as ajudaria com ações nas redes sociais. Além de afirmar que com isso elas poderiam até mesmo se tornar modelos.

Ele chegou a ter mais de 500 mil inscritos no YouTube e 225 mil no Twitter. Hoje, suas contas nas redes sociais já foram apagadas. Inclusive a do Facebook, a qual Jones, agora condenado por pornografia infantil, também admitiu ter usado para atrair as vítimas.

O poder da audiência está em nossas mãos

A produção e o recebimento de pornografia infantil são crimes muito sérios, uma vez que ameaçam a segurança de adultos e, especialmente, crianças. Contudo, infelizmente, para algumas pessoas vale tudo para se conseguir o que deseja de maneira desonesta e desonrada. Mesmo que isso implique colocar o rumo da própria vida em risco e prejudicar a vida de outras pessoas.

Um estudo recente da Universidade de Middlesex, em Londres, na Inglaterra, apontou que 93% de adolescentes de 14 anos já tinham visto material sexualmente explícito na internet. E, que, 60% deles acessaram o conteúdo de pornografia dentro de casa. Mesmo assim, na maioria das vezes, sem o conhecimento dos pais ou responsáveis.

Por isso, é tão importante que se vigie e zele pelo bem-estar das crianças e dos adolescentes, orientando-os a todo momento. Principalmente, quando falamos em acesso à internet. Porque o poder de dar audiência para pessoas como Austin Jones está nas mãos de todos nós, adolescentes, pais, educadores, internautas em geral.

Acompanhe de perto os seus filhos

Aliás, ser seletivo com o que consumimos na internet pode nos aproximar mais ou afastar de Deus. E, o papel dos pais é essencial para acompanhar de perto o que os filhos têm feito na internet e a quem eles têm admirado. Pois, ainda não têm discernimento suficiente para decidir o que é melhor para si mesmos.

“Nós somos responsáveis por proteger os nossos filhos do mal desse mundo. Não podemos fazer isso 100% do tempo, pois é impossível. Mas o possível, temos que fazer (…) Uma das maiores responsabilidades dos pais é impor limites, pois crianças e adolescentes não têm nenhum senso disso. Você sabe o que o seu filho ou filha anda fazendo na Internet?”, indaga o autor e palestrante Renato Cardoso em texto publicado em seu blog.

Quer saber mais sobre esse assunto? Acesse o link abaixo e ouça o podcast: “Seu filho está vendo pornografia (estudo) – um alerta aos pais”:

Procure ouvir o canal do Bispo Edir Macedo e o da Igreja Universal. Participe também de um encontro em uma Universal mais perto de sua casa.

Gostou do texto? Então, compartilhe com familiares e amigos nas redes sociais.


  • Redação / Fotos: iStock 



reportar erro