Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 30 de maio de 2019 - 00:05


A favor dos vivos

Leia a mensagem de hoje do livro “O Pão Nosso para 365 dias”

“Quando vos disserem: Consultai os necromantes e os adivinhos, que chilreiam e murmuram, acaso, não consultará o povo ao seu Deus? A favor dos vivos se consultarão os mortos? À Lei e ao Testemunho! Se eles não falarem desta maneira, jamais verão a alva.” (Isaías 8.19,20)

Pode ser o maior sábio deste mundo, mas aquele que vive no pecado, está morto espiritualmente. Isso é o que diz a Palavra de Deus. Os vivos são aqueles que ouvem e praticam a Palavra de Deus. De quem os vivos ouvirão o conselho? Da Palavra de seu Deus ou dos mortos deste mundo?

Deus, no texto Bíblico de hoje, é bem claro: se não buscarem a resposta na Palavra de Deus e em sua fé (à Lei e ao Testemunho!) não alcançarão sequer a salvação da alma. Porque não deram ouvidos ao que de mais precioso tinham. O mais precioso é o Espírito da Palavra.

A favor dos vivos, consulta-se o Deus Vivo. Não significa que não possamos conviver com incrédulos e trabalhar com eles. Porém, entre o conselho de um “sábio” deste mundo e o conselho que vem do trono do Deus Vivo, não tenha dúvidas. Vai na sua fé e não se importe com o que os outros pensam ou deixam de pensar; com o que dizem ou deixam de dizer.

Não importa a opinião do mundo a respeito de nada. Os que são da fé não se deixam pautar pela opinião dos “especialistas”, nem pela opinião da imprensa, nem pelo senso comum. Fazem questão de ser diferentes, de pensar fora dos moldes deste mundo. A favor dos vivos, consulta-se o Deus Vivo. Só assim é possível viver pela fé.

(*) Fonte: livro “O Pão Nosso para 365 dias”, do Bispo Edir Macedo


  • Redação (*) / Foto: Thinkstock 


reportar erro