Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Núbia Siqueira | 18 de março de 2020 - 00:05


COVID-19: angústia e medo ou fé e confiança

Não podemos deixar de falar da fé, porque ela é o único poder suficiente para vencer os tempos difíceis. Entenda

Para nos protegermos fisicamente contra os perigos da nova pandemia do COVID-19, todos nós já fomos reiteradamente orientados com respeito à higiene das mãos, das roupas, das secreções do corpo, entre muitas outras recomendações.

Mas, para os que creem em Deus, há também uma outra forma de proteção disponível diante do caos instalado. Trata-se da proteção espiritual que vem do trono do Altíssimo para os que buscam a Ele.

“Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará. Direi do Senhor: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nEle confiarei. Porque Ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa. Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel.” Sl 91.1-4

Não estou habilitada a falar sobre ciência, medicina ou política, mas posso falar com segurança sobre a Palavra de Deus, que é apta e eficaz para discernir todas as circunstâncias do mundo em todas as gerações, povos e culturas, inclusive o momento turbulento que estamos passando.

Muitos associam viver em segurança ao lugar que moram e aos bens que possuem, mas esse conceito ficou completamente abalado frente à avassaladora ameaça do coronavírus. Países até então com alta taxa de IDH, ótimo sistema de saúde e economia saudável, estão vendo que nada disso tem sido suficiente para proteger a sua população.

A reação que o Senhor Jesus disse que a humanidade teria, ao passar por alguns acontecimentos nos dias finais, se cumpre:

Homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo;” (Lc 21.26)

Milhões de pessoas estão trancadas nos seus lares, apavoradas com a possibilidade de adoecer e de, nem sequer, encontrar um leito de hospital ou um ventilador mecânico que as ajude a respirar.

Enquanto alguns desmaiam pelo medo da doença, outros desmaiam pela hecatombe financeira que estão a sofrer.

Há décadas não se vê o continente europeu parado, com fronteiras fechadas e um país com medo do que ocorre no outro país vizinho. Se a depressão já é um problema grave em muitas nações europeias, imagina agora depois dessa onda avassaladora de pânico e isolamento!

Por isso, não podemos deixar de falar da fé, porque ela é o único poder suficiente para vencer os tempos difíceis. Por mais que os céticos ignorem e até debochem de nossas palavras, há um lugar secreto, há uma proteção espiritual quem vem do Alto para quem busca ao SENHOR Deus nos dias de crise. Ele ofereceu um lugar seguro para nos abrigarmos dos perigos deste mundo, e tolo é quem despreza o Seu esconderijo. Não precisamos desmaiar de terror, muito menos nos desesperar com as notícias que a economia vai falir ou que os estoques de comida e remédios não serão suficientes.

Também não precisamos tentar entender tudo e ter todas as respostas, porque há interesses que desconhecemos. Mas, mesmo com tudo isso, podemos dormir e acordar em paz, na certeza que estamos sendo guardados pelo Deus que nos fez o convite de nos escondermos sob as Suas asas.

Então, a melhor ação para os nossos dias é buscar ao Altíssimo com todas as nossas forças. Se você está afastado da fé, volte. Se arrependa dos seus pecados e inicie uma nova caminhada com Deus. Se você já O busca, intensifique a sua comunhão diária com Ele.

Estamos em oração pelos profissionais da saúde, que mesmo expostos ao risco da contaminação e exaustos, atendem aos que chegam aflitos aos hospitais.

Oramos pelos infectologistas que bravamente trabalham para socorrer os doentes graves. Clamamos pelos cientistas, para que descubram novas medicações que combatam esse mal. Oramos, principalmente, pelos infectados para que tenham boa recuperação e, logo, possam voltar à sua vida normal.

Estamos juntos, pela fé, com os que estão sozinhos de “quarentena” sem poder desfrutar da companhia dos seus entes queridos.

Oramos pelos idosos e grupos de risco, para que mantenham a sua fé e ânimo de viver em alta.

E saibam que esse momento difícil irá passar e, todos nós, tiraremos grandes lições dessa luta que estamos a enfrentar.

Hoje, mais do que ontem, temos que – com ousadia – pregar o Evangelho, pois só ele é poder de Deus para salvação (em todos os sentidos) daquele que crê.


  • Núbia Siqueira / Foto: Getty Images 


reportar erro