“Tenho vontade de me suicidar de dor"

Por Michele Roza / Foto: Reprodução

“Tenho vontade de me suicidar de dor". Essa foi a declaração feita pela modelo Renata Banhara, em entrevista ao programa Câmera Record, exibido no último dia 29 de outubro, meses após sofrer uma infecção no dente que causou sérias complicações como duas paralisias faciais e o risco de morte.

Renata contou que chegou a tomar 60 medicações diárias para dar conta da dor que sentia. Dor, que ainda sente. Ela continua tomando uma alta dosagem de remédios, seu rosto está inchado e, com tom de desespero, ela diz que não aguenta mais sentir dores, mas as suporta para não cometer uma besteira.

O desejo de suicídio é um problema espiritual

Muitas pessoas diante de uma dificuldade, convivendo com a dor, a tristeza, a depressão e o vazio de suas almas, entram em desespero e pensam até em tirar a própria vida, como se essa atitude fosse solução para o sofrimento enfrentado.

Renata está sofrendo muito com as dores físicas e emocionais que o problema de saúde ocasionou em sua vida. Mas, o desejo de suicídio é um problema espiritual, a maior expressão da influência de espíritos malignos. Por isso, tem-se que combater esse mal em vida e rechaçá-lo.

“O que essa pessoa não sabe é que, acabando com a vida, acaba-se também com a única oportunidade que ela teria de verdadeira solução para o seu problema. Pois, é somente quando se está vivo, que a pessoa tem a chance de ser ajudada e ter sua vida transformada. Eliminar algo finito e com prazo de validade, como é o caso do nosso corpo, não é pior do que ter algo eterno, como é a nossa alma, sendo levada ao pior de todos os sofrimentos: uma eternidade sem paz, literalmente”, explica o bispo Edir Macedo em texto publicado em seu blog.

Usar a fé em busca da libertação

Assista ao vídeo abaixo com o testemunho de Magda. Ela sofria com um grande vazio interior e uma depressão profunda. O único desejo que tinha era o suicídio. Magda tentou dar cabo da própria vida por 3 vezes e correu risco de morte ao ficar em estado de coma. Contudo, ela creu e saiu fortalecida, aprendeu a usar a fé e a realizar as correntes em busca da sua libertação dos vícios e da depressão. Confira:

Corrente de Jericó

Se você acredita que na sua vida há um carrego espiritual que precisa ser arrancado, não deixe o tempo passar esperando que os problemas se resolvam sozinhos. Com uma campanha de fé com base na Palavra de Deus, como a Corrente de Jericó, e o propósito do soar das trombetas, você vai se livrar daquele olhar de maldade e das palavras de maldição, livrar-se do cativeiro, de uma situação que lhe aprisiona aos problemas.

Participe, nesta sexta-feira, dia 3 de novembro, da grande Corrente de Jericó, com o soar das trombetas, para vencer os seus inimigos espirituais e combater todo o mal que causa depressão, outras doenças e conflitos familiares.

As reuniões acontecem em três horários: às 10h, 15h e 20h, no Templo de Salomão, localizado na Avenida Celso Garcia, 605, no bairro do Brás, zona leste de São Paulo. Para encontrar um endereço de um templo perto da sua casa, clique aqui.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente