“Sempre temos que viajar com a família dele”

Por Michele Francisco/ Foto: Fotolia

Como o seu parceiro ou namorado se relaciona com a família? É importante para a pessoa que entra em um relacionamento saber separar as questões familiares do seu parceiro. A aluna Lilian procurou a ajuda dos professores Renato e Cristiane Cardoso para saber o que ela deve fazer com o namorado. Confira a orientação do casal no A Escola do Amor Responde desta semana.

Lilian – Namoro o Vinícius há um ano. Mas, nesse tempo que estamos juntos, viajamos apenas uma vez sozinhos. As outras vezes foram com a irmã dele, a sobrinha, a irmã postiça e com a cunhada. Já cansei de dizer que precisamos ter mais momentos a sós, mas ele fala que quero colocá-lo contra a família dele. Ele já chegou a dizer que não vê problema em morar com seus familiares quando nos casarmos e que é muito mais divertido morar com eles e sairmos todos juntos. Me ajudem.

Cristiane – Lilian, na minha opinião, ele ainda não está preparado para se casar. Ele não entendeu o papel de um homem no relacionamento. Para ele, é como se você fosse mais um parente dele, uma amiga. Você precisa entender para que serve a fase do namoro, pois já faz um ano que essa situação está acontecendo e você não fez nada a respeito. No namoro nós temos que avaliar os comportamentos do parceiro que são corretos ou errados e decidirmos se vamos continuar naquele relacionamento para noivarmos e depois nos casarmos. A meu ver, você não tem feito isso. Está namorando o Vinícius, pois gosta dele e porque ele a trata bem, mas não enxerga que já perdeu um ano de sua vida com alguém que talvez não tenha os mesmos objetivos que você.

Renato – Aluna, existe uma diferença muito grande entre os dois quanto ao papel da família. Ele parece que vem de uma família muito unida, que quer sempre estar junto. E quem tem esse tipo de tradição não muda. Ainda que se case, ele vai continuar assim. A mulher que se casar com ele, que entrar nessa família, vai ter de se adaptar. E se você continuar nesse namoro e achar que não vai se adaptar facilmente, vai acabar frustrada e deixando ele e a família dele chateados. Então, o melhor a fazer é dizer que você não consegue se adaptar a esse perfil de família. Para algumas pessoas ele funciona, não há problema, mas para outras não – e esse é o seu caso.

Cristiane – Eu entendo que para você o problema não é que ele esteja sempre com os pais e o tio dele, mas ele não deixar aquele grupo de parentes que cresceu com ele, nem achar que tem de ter um tempo com a namorada. Talvez ele não compreenda que já é adulto e que precisa conhecê-la melhor para que sejam uma nova família no futuro, ao se casarem. Pelo que ele lhe disse, tudo pode permanecer como sempre foi, mesmo depois de casados, que para ele isso não será um problema. Eu não vejo isso como algo saudável para você nem para nenhuma mulher que queira entrar na vida dele.

Não parece que você deseja se casar para ser mais uma amiga dele. Acredito que queira ser parceira dele. Então, por mais que o ame e que decida se casar com ele, não vai aguentar essa situação por muito tempo.

Renato – Antes de tomar qualquer atitude, você precisa saber se ele deseja mudar e se está preparado para lidar com seu jeito e seu "perfil de família". Ele pode estar todo final de semana com a família, desde que esteja com você nos outros momentos. Mas se você achar que ele não mudou a forma de pensar e que continua muito apegado à família, precisa dizer a ele que o relacionamento de vocês pode não dar certo, que isso a deixa irritada e que o melhor a fazer é terminar o namoro. Assim não perderá mais seu tempo nem fará com que ele perca o dele ao seu lado.

A ESCOLA DO AMOR RESPONDE

Diariamente, Renato e Cristiane Cardoso esclarecem dúvidas sobre a vida amorosa. Se você deseja ouvir os podcasts com os programas apresentados por eles, acesse blogs.universal.org/renatocardoso/escola/

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente

Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach e Eliana Caetano

Editora de Conteúdo Web:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Maria do Rosário, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone: (11) 3321-5244

Endereço: Rua dos Missionários, 139, Santo Amaro - São Paulo (SP)

Cep: 04729-000