Rede aleluia

Notícias | 13 de abril de 2019 - 23:44


Whindersson Nunes revela estar angustiado: “não sinto vontade de viver”

Entenda por que tantos artistas, constantemente, revelam problemas na alma

Na última sexta feira (12), o youtuber e ator, Whindersson Nunes, utilizou uma rede social para desabafar com seus fãs. Em suas publicações no Twitter ele revelou que há alguns anos vem se sentindo triste. “Apesar de tudo de bom que vem acontecendo comigo, de tudo que já conquistei, eu me sinto há alguns anos triste”, disse o humorista.

Whindersson ainda declarou buscar ajuda em amigos e em familiares, mas que ninguém consegue retirar a angústia que sente. “Eu sinto angústia todos os dias. Algumas risadas, algumas brincadeiras e depois lá estou eu de novo, com esse sentimento ruim. Me sinto mal por não poder me ajudar, mesmo, às vezes, ajudando alguém. Eu procuro ajuda nos amigos, na família, mas eu me sinto tão triste, tão triste”, desabafou.

Além disso o artista também revelou que a fama que conquistou não tem sido o suficiente. “Não sinto vontade de viver, me desculpe, eu precisava falar para alguém”, disse o humorista, que também fez questão de dizer que, apesar do sentimento negativo, nunca pensou em tirar sua vida.

O jovem, que ganha a vida fazendo outras pessoas sorrirem, ainda disse que encontra, no palco um refúgio. “A única coisa que me deixa feliz é subir no palco, porque os sorrisos pra mim me parecem esperança”, revelou.

Whindersson Nunes ficou famoso publicando vídeos no youtube. Nascido no Piauí, o jovem é de origem pobre e sempre fez questão de contar aos fãs sobre a infância difícil que teve no sertão.

Aos 24 anos, Whindersson é dono de um canal com mais de 35 milhões de inscritos no youtube. Além disso, também ultrapassou as barreiras da internet e lota teatros pelo Brasil, Europa, Estados Unidos, África e Ásia.

Por meio de seu trabalho, conseguiu mudar de vida. Saiu do sertão piauiense, tem ganhado o mundo, mas tudo o que conquistou não tem sido suficiente.

Artistas e depressão

Nunes não é o único artista que já sofreu com problemas na alma. Sentimentos como angústia e falta de vontade de viver, constantemente, cercam artistas por todo o mundo. A cantora Adele, por exemplo, em 2012, após o nascimento de seu filho, declarou ter passado por períodos difíceis de depressão. Semelhantemente, a cantora Demi Lovato, também revelou que sofreu com a doença desde os 7 anos de idade.

No Brasil não é diferente. Em 2018 a cantora Anitta revelou ter sofrido com depressão. Apesar de toda fama, o dinheiro e o sucesso que a jovem possui. “Um dos motivos de eu ter entrado em um deprê total é que eu nunca estava feliz com o meu corpo”, revelou.

Todos esses artistas acima têm pontos em comum: ambos são jovens, famosos, ricos e suas riquezas não são capazes de preenchê-los. Embora tenham milhões na conta bancária, inúmeros fãs e fama nacional e internacionalmente sempre faltará algo para lhes preencher.

O Senhor Jesus, quando esteve na Terra, deixou claro a importância de valorizar a alma, antes das conquistas materiais.

“Pois, que adiantará ao homem ganhar o mundo inteiro e perder sua alma?” Mateus 16:26.

Isso quer dizer que todas as coisas que são conquistadas não serão suficientes se a alma estiver doente. O dinheiro, a fama, fãs e o sucesso não podem curá-la ou comprar a paz de espírito e a tranquilidade. Sendo assim, do que adianta ter tudo se, no final das contas, não terá nada?

A ordem correta

Antes de procurar fama e sucesso financeiro, o ser humano deve seguir o conselho do Senhor Jesus.

“Mas, buscai em primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” Mateus 6:33

O sucesso verdadeiro é saber que deitará a cabeça no travesseiro e não haverá nada lhe angustiando e lhe fazendo sentir-se mal. É saber que, apesar das dificuldades, a paz que possui em seu ser é maior que qualquer outra coisa.

A história de quem venceu a depressão

A professora de língua inglesa Vivian Cristina Freitas, de 51 anos, teve depressão. Os primeiros sintomas surgiram aos 14 anos, mas ela não deu muita importância.

“Durante muitos anos, eu achei que esses sintomas, como a tristeza e acordar chorando sem motivos, eram normais. Tudo começou a perder o brilho e eu, então, passei a achar que, para melhorar, eu deveria estar em um relacionamento amoroso. Foi aí que tudo piorou”, disse.

Assista ao vídeo abaixo e conheça a história completa de Vivian:

Cura para a depressão

Na Universal, todas as sextas-feiras acontece a Sessão de Descarrego. No Templo de Salomão, na Avenida Celso Garcia, 605, Brás, em São Paulo, especialmente ao meio-dia e às 20h acontece o Tratamento Para a Cura da Depressão. O encontro também acontece às 10h e 15h. Participe e dê um fim a toda tristeza.

 


  • Rafaela Dias / Foto: Reprodução Facebook 



reportar erro