Rede aleluia
Voluntários realizam ação social em município castigado pela cheia dos rios no Amazonas
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 13 de Junho de 2021 - 00:05


Voluntários realizam ação social em município castigado pela cheia dos rios no Amazonas

Grupo Evangelização se mobilizou para levar doações e atendeu cerca de 500 pessoas

Voluntários realizam ação social em município castigado pela cheia dos rios no Amazonas

O Amazonas vem sofrendo com as enchentes decorrentes do período de chuvas intensas no Estado. A cheia dos rios atingiu e castigou 58 dos 62 municípios. Um deles foi Careiro da Várzea, localizado na região metropolitana e que fica a 24 quilômetros de distância da capital, Manaus. O local tem 30 mil habitantes e o acesso a ele é feito exclusivamente por via fluvial. Além disso, para que a locomoção da população dentro da cidade seja possível, pontes de madeira foram construídas.

Frente a essa situação de dificuldade pela qual os moradores da região estão passando, no dia 23 de maio, 120 voluntários do Grupo Evangelização (EVG) se mobilizaram para realizar uma ação social e levar doações aos moradores. A ação contou com diversos atendimentos na área médica, com fisioterapeutas e psicólogos; na área de bem-estar (manicure, design de sobrancelhas e corte de cabelo); e oferta de serviços veterinários. Cerca de 500 pessoas foram beneficiadas com a iniciativa.

“Estamos vivenciando uma das maiores cheias de todos os tempos no Amazonas. Muitas famílias já tiveram que sair de casa e outras tentam elevar o piso para permanecer em casa. Nós as chamamos de maromba, que são pontes dentro de casa. Uma das maiores dificuldades é a perda de renda pelas famílias, pois muitas vivem da agricultura, criação de animais e da venda de leite e queijos”, contou o Pastor Jonatas Carrenho, responsável pelo Grupo Evangelização do Amazonas.

Momento de fé
No total, foram doados 250 cestas básicas, 500 lanches, mais de 500 garrafas de água e 480 garrafas de refrigerante. Além disso, foi prestada assistência espiritual a todos os presentes, especialmente durante o momento de fé realizado pelo Bispo Edson Dieter, responsável pelo trabalho da Universal do Estado do Amazonas, que também acompanhou toda a ação.

“A ação foi fundamental para a população que vive esta calamidade pública. Vimos moradores que não podem trabalhar para garantir o sustento de suas famílias e idosos e pessoas com alguma dificuldade de locomoção que não podem sair de suas casas, pois tudo está alagado. Mesmo em meio a toda essa dificuldade, elas participaram da oração conosco e cremos que vidas serão transformadas. No total, arrecadamos 16 toneladas de alimentos e fizemos esse primeiro SOS aos Ribeirinhos. Em breve, visitaremos mais municípios”, disse o Pastor Jonatas.

Satisfação em fazer o bem
Nem a distância nem qualquer outro obstáculo impedem que os voluntários realizem o trabalho que se repete semanalmente e, especialmente, neste momento de maior dificuldade da população ribeirinha.

“Participar do Grupo Evangelização é um privilégio, pois, por meio deste trabalho, posso ajudar inúmeras pessoas. Mesmo com a minha vida corrida, procuro sempre exercitar a solidariedade e, sobretudo, levar Jesus para as pessoas”, relatou a voluntária Rebeca Rabelo, que participou desta ação e ajudou centenas de moradores em Careiro da Várzea.

“Chegou em boa hora”
Uma das beneficiadas foi Maria da Silva. Ela falou das adversidades que está enfrentando em razão da cheia dos rios: “a dificuldade está aqui dentro de casa. Ninguém está trabalhando e, por isso, não temos dinheiro para comprar comida. Nem consegui minha aposentadoria ainda. Hoje eu não almocei. Só tomei café. O fogão caiu na água e só tem uma ‘boca’ funcionando. Até para tomar banho está difícil. O banheiro fica lá no fundo da casa. Só Deus mesmo para nos ajudar. Por isso, agradeço muito a Igreja Universal que me ajudou com a cesta básica. Ela chegou em boa hora”, declarou.


Voluntários realizam ação social em município castigado pela cheia dos rios no Amazonas
  • Michele Roza / Foto: Cedida 


reportar erro