Rede aleluia
Voluntários entregam doações a famílias de comunidade ribeirinha isolada no Pará
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 26 de junho de 2020 - 14:27


Voluntários entregam doações a famílias de comunidade ribeirinha isolada no Pará

Projeto Unisocial, em parceria com o grupo Evangelização, ancorou o barco Santidade à beira das águas que circundam a comunidade para entregar doações de alimentos, roupas, calçados  

Voluntários entregam doações a famílias de comunidade ribeirinha isolada no Pará

Há apenas 15 quilômetros de Belém, capital do Pará, – ou cerca de 20 minutos de barco, está a comunidade ribeirinha de Laranjeiras. A comunidade fica na Ilha das Onças, no município de Barcarena, onde grande parte dos moradores não têm acesso à energia elétrica pública e alguns usam geradores para usarem os meios de comunicação. Ademais, eles vivem da colheita do açaí e da pesca, e da comercialização desses produtos.

Com a pandemia e as restrições impostas pela quarentena, a população ficou ainda mais isolada. Recentemente, o projeto Unisocial do Pará, em parceria com o grupo Evangelização do estado, ancorou o barco Santidade ao Senhor à beira das águas que circundam a comunidade para entregar doações de alimentos, roupas, calçados e outros itens de primeira necessidade. Cerca de 50 famílias, aproximadamente 200 pessoas, foram alcançadas com a ação.

“O que podemos ver neste local foi a sede das pessoas. Pois, elas não medem esforços para estar aqui. Os ribeirinhos vêm de longas distâncias para receber, além das doações, sobretudo a oração que é realizada no local. Falamos sobre a importância da Palavra e chamamos aqueles que gostariam de se entregar a Deus”, disse o Pastor Maurício Carraro, responsável pelo trabalho do grupo Evangelização no Pará.

Ação dos voluntários

Os voluntários, além de organizar toda a ação, e seguir as normas adequadas diante da pandemia, se empenham em levar fé e esperança aos moradores da comunidade.

“Às vezes, eles não recebem o amparo suficiente. Por isso, nosso trabalho é muito importante. Porque atende essas pessoas carentes que tanto precisam de um apoio. Atende a necessidade de alimento, mas, principalmente, da Palavra de Deus”, comentou o voluntário Paulo José Andrade de Lima, de 45 anos.

Essa foi a primeira vez que a comunidade de Laranjeiras recebeu a visita de um projeto social. Os moradores ficaram muito felizes e agradecidos pela ação.

“A importância desse projeto é muito grande já que vivemos isolados do mundo. A minha casa é ainda mais distante. Tenho que adentrar num igarapé estreito e seguir caminhando por bastante tempo.Vocês foram os únicos que vieram aqui para nos ajudar. Essa ajuda é fundamental para a comunidade”, afirmou a dona de casa Joelma Teles dos Santos, de 43 anos.

Unisocial

Na Universal, existem dezenas de grupos dedicados a ajudar o próximo, por meio do auxílio material e, principalmente, do cuidado espiritual. Famílias inteiras são beneficiadas com esses projetos e ações sociais.

Um deles é o Unisocial, que se dedica a visitar comunidades de todo o País e levar amparo espiritual e doações de alimentos, roupas e calçados, por exemplo. Também há prestação de serviços voluntários, como atendimento médico, odontológico e de enfermagem, e orientação de assistentes sociais, advogados e outros profissionais, o que torna a obra social realizada pela Igreja a mais completa possível.

Se você deseja fazer parte deste grupo ou realizar suas doações, encontre uma Universal mais próxima de sua casa e obtenha mais informações.


Voluntários entregam doações a famílias de comunidade ribeirinha isolada no Pará
  • Michele Roza / Fotos: Cedidas 


reportar erro