Rede aleluia

Notícias | 19 de maio de 2019 - 00:05


Vocês estão sustentados na rocha ou na areia?

Após 11 anos de casamento, Stéphanie e Iran entenderam que lhes faltava o Autor do Amor

Em Mateus 7. 24-25, o Senhor Jesus alerta para a importância de construir e sustentar a própria vida na Rocha, que é Ele: “Quem ouve minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus alicerces na rocha”.

Porém algumas pessoas constroem a vida, os relacionamentos e os projetos sem ter Deus como base, o que também está descrito em Mateus 7.26-27: “É como um insensato que construiu a sua casa sobre a areia. Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela caiu. E foi grande a sua queda”.

Sobre a areia
Durante muitos anos, a microempreendedora Stéphanie Moreira, de 31 anos, tentou de várias formas que seu casamento com o funcionário público Iran Rocha, de 43 anos (foto abaixo), fosse bem-sucedido, mas não tinha sucesso. “Casei aos 18 anos por causa de uma gravidez não planejada, então, na época, me senti obrigada a assumir esse compromisso.”

A falta de diálogo era o que mais a incomodava. “Era tudo perfeito antes de nos casarmos. Depois, surgiram discussões e incompatibilidade de gênios, pois não o conheci de verdade antes do casamento. Uma das soluções foi dar um ‘gelo’ nele, mas não resolveu. Vivemos 11 anos entre altos e baixos”, relata.

Para Iran, as cobranças da esposa eram desnecessárias. Por isso, ele não se preocupava em resolvê-las. “Eu achava muitas vezes que era frescura dela e, por isso, eu era muito grosseiro e impaciente com ela. Não gostava de sair com a minha família. Na rua eu sorria para todos, mas, em casa, entrava em uma bolha, pois não gostava de ser importunado.”

Como Stéphanie não suportava mais essa indiferença do esposo, a solução que encontrou foi a separação.

A Base do Amor

Stéphanie foi convidada por seu pai para ir a uma Universal. “Ao chegar na Igreja, entendi que a felicidade não existia entre nós porque não a estávamos construindo com base na Palavra do Autor do Amor.”

Com o passar do tempo e ao participar das palestras da Terapia do Amor, seu temperamento e a forma de tratar seu esposo mudaram.

A mudança chamou a atenção de Iran, mas ele pensava que ela duraria pouco tempo. “Essa diferença me intrigava e, para mim, isso duraria só uns 15 dias. Ao ver que ela estava decidida a mudar a história do nosso casamento, quis essa transformação em mim também”, afirma.

Hoje, com um casamento sustentado em Deus e na Sua Palavra, o casal convive em harmonia. Eles se casaram na Celebração de Casamentos na Universal em maio de 2018. “Já éramos casados no civil, mas entendemos a importância da bênção no Altar e de oficializar nosso compromisso com Deus”, finaliza Stéphanie.


  • Camila Teodoro / Fotos: Arquivo Pessoal e iStock 



reportar erro