Rede aleluia
Você sabe negociar?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 19 de Junho de 2022 - 00:05


Você sabe negociar?

Entenda por que essa ação é fundamental para a sua vida e para o sucesso da sua empresa

Você sabe negociar?

Muitos empreendedores, grandes ou pequenos, não entendem a importância de saber negociar para que sua empresa obtenha sucesso em sua jornada. Essa ação nada mais é do que estabelecer a comunicação entre as partes envolvidas para que entrem em consenso em um processo que abrange dar e receber. A negociação pode ter relação com diversas questões, como valores, produtos, desenvolvimento de trabalhos, resolução de conflitos ou até mesmo decisões acerca de um assunto determinado.

Na opinião de Francisco José Pereira Júnior, de 41 anos, diretor de novos negócios na WFA – Auditoria e Consultoria, negociar faz parte da vida de todos, independentemente de serem empresários ou não. “A negociação é importante não somente no mundo profissional, mas também no âmbito pessoal. Somos vendedores de ideias em nossos relacionamentos humanos: negociamos com nossos amigos, familiares, filhos e até mesmo com pessoas em situações comuns do cotidiano.”

Diferentemente do que muitos acreditam, Pereira Júnior considera que negociar não é um talento com o qual as pessoas nascem. “Existem, sim, pessoas comunicativas que alcançam os objetivos com mais facilidade, entretanto, todos os seres humanos possuem habilidade para negociação, basta analisar suas rotinas diárias que identificarão essas situações. Negociar é muito mais empatia e sintonia no momento da conversa do que um dom divino”, diz.

Para quem quer dominar ou aprimorar sua negociação, ele lembra que existem muitos cursos e livros específicos que ajudam a desenvolver técnicas de comunicação e abordagem de pessoas e clientes. “Procure palestrantes e autores com os quais você se identifica. Outra forma de aprender gratuitamente é pelo YouTube, no qual muitos especialistas dão insights e treinamentos on-line.”

Contudo, Pereira Júnior explica que para ser um bom negociador não basta só aprender técnicas de vendas: “é imprescindível estudar comunicação, relacionamento interpessoal e linguagem corporal. Faz toda a diferença entender o momento emocional do cliente ou da outra parte ao negociar. É preciso captar rapidamente o seu estado de espírito para criar credibilidade na relação. Vale utilizar o mesmo tipo de linguagem corporal e falada, apresentar os benefícios e soluções específicos para o momento identificado e posteriormente expor seus outros produtos ou serviços”.

Ele também recomenda que se tenha cartas na manga ao negociar: “quanto mais opções, maiores as chances de chegar ao resultado. Portanto, listar as possibilidades que você tem para atender o cliente específico é importantíssimo para a resolução de um possível conflito. Entenda opções como preços para situações diferentes, produtos ou serviços customizados, condições e formas de pagamento variadas, dentre outros. Leve no mínimo duas alternativas para a negociação”, orienta.

Ter um plano B é outra forma de garantir uma boa negociação: “se eu não fechar este negócio hoje, qual é a minha melhor alternativa? Esse procedimento o ajudará a definir o seu preço de reserva e até onde você pode ir em relação a ele. Isso lhe dará mais assertividade em uma negociação. Ninguém quer fechar um negócio e sair no prejuízo, portanto seja enfático e saiba os seus limites”.

O empreendedor e o vendedor também devem atualizar suas técnicas de vendas periodicamente.

“Compartilhe com o seu time de vendedores novas metodologias, pois o mercado é cíclico e acompanha a economia, sendo mutável durante períodos para cada tipo de negócio. Treinamentos e principalmente simulações de vendas são estratégias que devem sempre ser aplicadas, acompanhadas e avaliadas constantemente. Lembre-se que o vendedor é o espelho da empresa”, conclui.

Dificuldades para negociar?
Se você está com problemas para negociar com seus clientes e até aquela desejada promoção com o seu chefe, faça como milhares de pessoas que estão encontrando soluções baseadas na Palavra de Deus.

Participe do Novo Congresso para o Sucesso, às segundas-feiras, na Universal. No Templo de Salomão, em São Paulo, as reuniões acontecem às 7h, 10h, 12h, 15h, 18h30 e 22h.


Você sabe negociar?
  • Eduardo Prestes / Foto: getty images / Arte: Eder Santos 


reportar erro