Rede aleluia

Notícias | 23 de setembro de 2018 - 00:05


Você cuida de sua vida espiritual?

As consequências podem ser muito piores do que o pequeno esforço que você tem que fazer para orar e se aproximar mais de Deus

Grande parte dos homens leva uma vida corrida. Eles trabalham, estudam, cuidam da família, da esposa, pagam contas e se empenham em equilibrar todas as suas atividades da melhor forma possível. Envolvidos com muitas responsabilidades, organizam seu tempo para que, na medida do possível, atendam a todas as demandas. Mas, mesmo com todo o esforço, não é uma tarefa fácil, pois há sempre imprevistos e obstáculos inesperados.
Realidade
Todos passam, em algum momento, por situações que são estressantes. Elas ocorrem no trânsito, no trabalho, com o chefe ou com as pessoas que estão à sua volta. Com certeza, todo homem gostaria que o mundo não lhe apresentasse aborrecimentos ou contratempos, mas, infelizmente, a realidade não é assim. Diante disso, muitos se percebem sem forças nem saída. Passar por momentos difíceis em alguma fase da vida é algo que pode ocorrer com qualquer um. Mas, quando isso acontece, talvez seja o momento de refletir: será que não é possível olhar para essas situações de outra forma? Será que não existe outro modo de lidar com esses problemas?
Uma forma
Para o escritor e palestrante Renato Cardoso, existe sim um caminho para enfrentar esses momentos ruins: falar com Deus. “Mesmo sendo bispo, às vezes, nem eu sinto vontade de orar. É normal. O ser humano é muito inconstante: um dia sente que pode conquistar o mundo e em outro nem queria estar no mundo. Quando eu não sinto vontade de orar, o que eu faço é o seguinte: eu oro assim mesmo. E eu observo que, assim como muitas coisas na vida, uma vez que você começa a fazê-la, o sentimento vem em seguida. A moção precede a emoção. Às vezes, eu não sinto vontade de comer, mas quando eu começo, eu quero comer mais. Creio que você já ‘pegou’ a ideia”, afirma Renato.
Resolução
Por isso, o Bispo afirma que o principal é ter resolvido, em sua cabeça, de forma absoluta, que você precisa orar. “Não é uma opção. Claro que para muitos é. Mas é porque eles não sabem o que estão perdendo, mas não é uma opção para você, que é cristão. As consequências seriam muito piores do que o pequeno esforço que você tem que fazer para orar. Talvez você não esteja falando com Deus ultimamente. Não tem tido vontade. Sem problema. Você está sozinho aí agora? Pode ir a algum lugar privado? Então termine sua leitura e faça uma oração. Dois minutos ou 20 — não importa o tempo. Diga o que você tem a dizer e pronto”, orienta.
Nem só de pão
Muitos são os que ignoram e negam a presença de Deus em suas vidas e esse pode ser um erro fatal que leva o homem a muitos problemas recorrentes. A Bíblia tem uma passagem que deixa bem claro o quanto ter comunhão com Deus é importante: “Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus”.
(Mateus 4, 4).
Em todos os momentos
Perceba que, embora o homem se preocupe muito com o que é concreto, com aquilo que é palpável, como ganhar dinheiro, se alimentar e evoluir para ser bem-
sucedido (questões que são absolutamente necessárias), jamais deve esquecer, em nenhum momento, de cuidar do lado espiritual. Lembre-se disso a partir de agora e sempre busque auxílio em Deus, em oração, tanto nos dias ruins quanto nos dias bons. Em qualquer situação, Ele sempre vai lhe orientar qual o caminho que você deve seguir.


  • Eduardo Prestes / Foto: Fotolia  



reportar erro