Rede aleluia
Você controla seus impulsos ao gastar?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 18 de Setembro de 2022 - 00:05


Você controla seus impulsos ao gastar?

Aprenda o que fazer para que sua vida siga um rumo fora do endividamento

Você controla seus impulsos ao gastar?

Há muitos homens que fazem piada com o fato de as mulheres fazerem compras para pagar com o cartão de crédito, como se elas não tivessem controle sobre seus gastos. Mas essa “brincadeira”, além de não ter nenhuma graça, tem cada vez menos fundamento e está com os dias contados. Uma pesquisa recente, realizada pela empresa de negociação de dívidas Acordo Certo, mostra que, quando se trata das finanças pessoais, as mulheres tendem a ser mais cuidadosas com o dinheiro do que os homens.

O estudo indica que os homens têm mais dificuldades para resistir ao impulso de comprar. Quando se compara quem gasta mais do que deveria, a porcentagem de mulheres é menor, de 48%, enquanto entre nós é de 53%. A grande questão, porém, é que muitos homens não têm consciência de que o descontrole financeiro pode ter consequências desastrosas e não se dão conta de que as suas dívidas podem nascer exatamente aí.

Alguns podem até culpar a crise econômica como principal causa para sua desventura, mas talvez (e eles não querem admitir) o real motivo seja bem mais simples: falta de disciplina. São bem comuns os casos de homens que sabem que suas contas estão no vermelho e ainda assim usam o cheque especial ou cartão de crédito sem fazer um acompanhamento periódico dos gastos. Eles não colocam no papel tudo que compram ou deixam de avaliar se têm capacidade financeira para arcar com as compras que fazem sem que gerem dívidas.

O pior é quando se desesperam ao perceber que não têm dinheiro nem para as contas básicas, arriscando a alimentação de suas famílias e a manutenção de contas de água e de luz, por exemplo. Não é preciso dizer que agir dessa forma é uma total falta de inteligência, mas quem sabe alguns, ao fazerem isso, consigam perceber que é preciso mudar de postura.

O homem que age de modo inteligente sabe gerir suas contas e o seu dinheiro de forma plena. Ele avalia, se prepara e se planeja para poder bancar aquilo que quer comprar sem fazer dívidas. Nesse sentido, a Palavra contida na Bíblia é repleta de orientação: “Qual de vocês, se quiser construir uma torre, primeiro não se assenta e calcula o preço, para ver se tem dinheiro suficiente para completá-la?” (Lucas 14.28).

Avaliação e preparação prévias também são requisitos básicos para que o homem possa contribuir inclusive com a Obra de Deus. A Bíblia questiona: “Por que gastais o dinheiro naquilo que não é pão? E o produto do vosso trabalho naquilo que não pode satisfazer?

Ouvi-me atentamente, e comei o que é bom, e a vossa alma se deleite com a gordura” (Isaías 55.2).

Quem passa a agir com disciplina, observando a Palavra de Deus para lidar com os problemas financeiros, deixa naturalmente de fazer “piadas” sem graça com as mulheres e começa a cuidar de verdade de sua própria vida, especialmente a Eterna. Para alcançar a Salvação é necessário tomar uma decisão inteligente e aceitar Deus como Senhor, seguindo suas orientações sem demora e com disciplina. É nessa postura que reside a verdadeira Graça.


Você controla seus impulsos ao gastar?
  • Eduardo Prestes / Arte: Eder Santos 


reportar erro