Rede aleluia

Notícias | 20 de janeiro de 2019 - 00:05


Você conhece a história de Lázaro?

Ator que vive o personagem em Jesus conta foi resgatado de um momento difícil graças a ele

A novela Jesus é recheada de personagens fortes com histórias marcantes. Quem lê a Bíblia certamente conhece a de Lázaro. O Livro Sagrado conta que ele foi ressuscitado por Jesus depois de ficar morto por quatro dias. Na trama exibida pela Record TV, em horário nobre, Lázaro é interpretado pelo ator Vandré Silveira, de 37 anos (foto abaixo). Com um currículo repleto de peças teatrais e interpretações para cinema e canais por assinatura ao longo de 17 anos de carreira, Silveira conta com exclusividade à Folha Universal como tem sido viver o personagem.

Alegria
De acordo com o ator, esse é o primeiro grande personagem que ele interpreta na TV aberta. “Quando fiz o teste, não havia, na verdade, um personagem definido. Era um teste genérico e só depois eu soube que haviam me escolhido para dar vida a Lázaro. Isso me trouxe grande alegria, porque eu já conhecia essa passagem bíblica que conta a história de um dos milagres mais fortes de Jesus. Tem sido uma experiência maravilhosa viver Lázaro na trama”, afirma.

História
Silveira conta que a preparação para viver o personagem foi muito importante. “Todo o elenco teve uma equipe de coachs à disposição. Meu trabalho foi com a preparadora de elenco Fernanda Guimarães e foi essencial para a construção da relação de Lázaro com as irmãs Marta (Dani Moreno) e Maria de Betânia (Jéssica Alves). Além disso, vi vários filmes e li sobre a história dele. Tivemos também uma contextualização histórica da época, feita pelo Miguel Perez, que foi importantíssima para entender a situação econômica, política e social daquela época. Percebi que pouca coisa mudou daquele tempo para cá”, avalia.

Cotidiano
Segundo o ator, com base nessas informações, foi possível tentar recriar o dia a dia de Lázaro e sua relação familiar. Silveira fala um pouco de quem foi Lázaro: “ele era um homem que tinha uma propriedade rural e cultivava ervas, temperos e produzia queijo de leite de cabra”.

Ele ainda comenta como as improvisações o ajudaram a entender o cotidiano de Lázaro e a relação dele com os outros integrantes do núcleo na novela. “A Suzana (Bárbara Reis), por exemplo, é uma criação ficcional da Paula Richard, autora da produção, e tem um envolvimento amoroso com Lázaro. Eu e a Bárbara fomos descobrindo juntos a relação deles e isso enriqueceu muito o trabalho”, analisa.

Perfil
Nesse processo de elaboração, Silveira procurou captar as características mais relevantes do personagem: “para mim, são a honestidade e a simplicidade. Lázaro é o irmão mais velho e o provedor da casa. Antes de morrer, o pai dele confiou a criação das irmãs a ele. Ele é um homem muito afetuoso e de bom coração. É assim que eu tenho construído esse personagem, com esse olhar de bondade e de amor”.

Para ele, Lázaro não mede esforços para ajudar seja quem for. “Ele é um homem bom e que está sempre preocupado com o bem-estar das pessoas que estão à sua volta. Ele é um grande amigo de Jesus, pois cresceram juntos. Lázaro teve essa bênção de conviver com Ele e, por isso, não poderia se tornar alguém diferente do que é.”

Humanidade
Na opinião do ator, mostrar todas essas etapas faz com que o telespectador se aproxime mais do personagem. “As pessoas conhecem amplamente esse milagre. Sabem que Lázaro ficou morto por quatro dias e que foi ressuscitado por Jesus. Realmente é o milagre mais emblemático dEle, mas, além disso, o telespectador está tendo a chance de conhecer quem era o Lázaro como homem e está se identificando com ele. Quando a cena da morte e da ressurreição for exibida, vai ser mais emocionante para o telespectador, uma vez que ele já se conectou com a história do personagem, com as relações e a humanidade dele.

Ressuscitado
Muitos não sabem, mas, antes de receber o convite para viver Lázaro, o ator chegou a pensar em parar de atuar. “Eu sempre tive uma ligação muito forte com Jesus, mas, confesso que, com essa novela, me aprofundei ainda mais história dEle, fui muito tocado e sensibilizado. Meu sonho era fazer uma novela, ter um papel de destaque, mas estava quase desistindo. Comecei a achar que talvez fosse uma fantasia querer fazer TV. O caminho do ator é muito árduo. Eu nunca perdi a fé, mas estava um pouco desanimado e fui resgatado. Posso até dizer que, assim como Lázaro, também ressuscitei”, assegura o ator.


  • Eduardo Prestes / Fotos: Blad Meneghel  


reportar erro