Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 16 de janeiro de 2020 - 12:54


Uso de antidepressivos aumenta 23% no Brasil

Mais de 57 milhões de comprimidos foram vendidos em 2018

Mais de 57 milhões de comprimidos antidepressivos foram consumidos pelos brasileiros em 2018. Esse número equivale a um aumento de 23% em relação aos remédios vendidos em 2014*.

Em nosso país, são mais de 12 milhões de pessoas sofrendo com a depressão e mais de 19 milhões foram diagnosticadas com transtorno de ansiedade, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Tais dados revelam a concretização da previsão realizada pela própria OMS, que afirmou que a depressão se tornaria a doença mais incapacitante de 2020. No mundo inteiro, mais de 300 milhões de pessoas sofrem com a enfermidade. E o número não para de crescer.

O que é e como combater a depressão

Ao contrário do que muitas pessoas ainda pensam preconceituosamente, a depressão não é apenas tristeza. É uma sobrecarga física e psicológica praticamente ininterrupta que, além de retirar as forças da vítima, ainda pode desencadear outras doenças, como diabetes e problemas cardiovasculares.

Primeiramente, para combater esse mal tão grave, é necessário entender a real causa dele. Durante o programa Palavra Amiga, o Bispo Edir Macedo explicou:

“Quando uma pessoa tem depressão é a alma dela que está sendo sufocada de tristeza, de angústia, de mágoa, de ódio. Está sendo sufocada. Por quê? Porque ela está vazia. É uma alma que está faminta”.

Conforme explica o Bispo, essa alma vazia e faminta tem fome de paz, tranquilidade, amor. Alimentos espirituais cuja principal fonte é Deus. É Ele quem mais ama e o único capaz de pacificar a alma de alguém. Até por isso deixou escrito:

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei.” Mateus 11.28

Na Bíblia com Anotações de Fé do Bispo Macedo, ele esclarece que “esse grande convite é para todos que estão cansados de sofrer, que vivem deprimidos, tristes, angustiados e atormentados pelo medo, que estão afligidos pelos problemas familiares, pelos vícios, pelas doenças e por tantos outros problemas. O desejo do Senhor Jesus é dar o alívio para aqueles que sofrem, removendo o fardo de dor e o tormento que têm carregado”.

E, para que isso aconteça, basta que a pessoa tenha fé e busque a Deus. Afinal, Ele jamais deixará de cumprir Sua Promessa.

“Quando nós depositamos a nossa fé, a nossa confiança, a nossa vida na Palavra de Deus, nós ficamos abrigados sob as Asas do Altíssimo. E aí, quando você está abrigado sob as Asas do Altíssimo, onde quer que você estiver, lá estará Deus”.

Esse e outros ensinamentos estão na Bíblia Fiel com Anotações de Fé do Bispo Edir Macedo. Se você ainda não A conhece, clique aqui agora mesmo.

Sessão do Descarrego

Todas às sextas-feiras, no Templo de Salomão, e em todos os templos da Universal, (Clique aqui para ver os endereços), Bispos e Pastores clamam a Deus para que Ele cure todos aqueles que se encontram depressivos. Na oportunidade, será distribuído o banho do descarrego com os três elementos sagrados.

Assista ao vídeo abaixo e entenda mais:

*Pesquisas realizadas pela Funcional Health Tech e pela IQVIA , empresas globais especializadas em dados e serviços de saúde


  • Andre Batista / Foto: Getty Images 


reportar erro