Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 19 de agosto de 2018 - 00:05


UNP promove cursos em presídios da Bahia

Internos recebem aulas gratuitas de corte e costura e de design de cabelo

Recentemente, voluntários do grupo Universal nos Presídios (UNP) da Bahia iniciaram as aulas de corte e costura para os internos do Conjunto Penal Simões Filho. A iniciativa visa oferecer uma nova oportunidade de vida a eles e dar-lhes as ferramentas necessárias para construir um novo futuro depois de cumprirem sua pena.
Em conversa com alguns voluntários da UNP, um reeducando relatou que “o curso será uma oportunidade para aprender algo novo, uma profissão para, quando ganhar a tão sonhada liberdade, poder trabalhar e buscar o sustento da família de forma digna”.
O diretor do complexo, doutor Victor Hugo, enalteceu a iniciativa do UNP que, por meio da parceria com a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização, proporciona uma alternativa para que os internos aproveitem melhor o seu tempo. Além disso, destacou que a participação nas aulas pode resultar na redução do período de pena deles.
Já no Conjunto Penal de Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador, capital do Estado, internos participam do curso de design de cabelo.
Além de aprenderem como analisar o fio de cabelo, o couro cabeludo e colorimetria capilar, também terão aulas práticas. Durante o curso, também aprenderão sobre visagismo (usado para valorizar a beleza do rosto e a harmonia entre maquiagem e penteado).

Talentos escondidos
O voluntário e professor Rafael Cerqueira destacou que essa iniciativa descobrirá vários talentos. “Nós acreditamos nesses detentos. Eles estão presos porque erraram e vão pagar pelo que fizeram, mas vão sair completamente diferentes. A UNP veio para multiplicar talentos, pois aqui há muitos escondidos em pessoas que estão dispostas a aprender e que só querem uma oportunidade.”
Para o responsável pelo trabalho da UNP no Estado, o Pastor Márcio Silva, todos ganham. “Os presos ganham com a oportunidade de terem uma profissão e um futuro digno. A família também, pois terá um familiar transformado. O Estado ganha com mais profissionais qualificados e dispostos a não viverem mais no mundo do crime”, finalizou.


  • Redação / Fotos: Cedidas 


reportar erro