Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 16 de setembro de 2019 - 11:30


UNP oferece alimentos aos familiares de detentos no Paraná

Mais de 500 familiares foram alcançados e beneficiados no 3o. Complexo Penitenciário de Piraquara durante a madrugada. Saiba mais

Recentemente, dezenas de voluntários do grupo Universal nos Presídios (UNP), da sede do Templo Maior, em Curitiba, no Paraná, estiveram em frente ao 3° Complexo Penitenciário de Piraquara, região metropolitana do Estado, para levar amparo aos familiares dos detentos.

A ação durou mais de três horas e nem mesmo o frio da madrugada (com sensação térmica de -3°) foi capaz de inibir a boa vontade de quem tinha como principal missão ajudar o próximo.

Durante o tempo da ação, os voluntários serviram a todos os presentes caldo de mandioquinha com torradas, salgadinhos, sanduíches com patê de ricota e atum, café com leite, refrigerante e, de sobremesa, uma mesa de frutas e um bolo. Tudo foi preparado com o objetivo de acalentar esses familiares que, muitas vezes, vão para a porta do presídio sem se alimentar direito.

almas, objetivo, alcance, trabalho

Almas alcançadas
Mais de 500 pessoas foram alcançadas com a presença da Universal. Muitas, inclusive, foram transformadas com esse cuidado todo especial e se sentiram fortalecidas com a mensagem que ouviram.

De acordo com o Pastor Sidnei Castelhano, responsável pelo grupo local, essa ação social demonstrou a importância de fazer o bem àqueles que se encontram em situação de discriminação e também de dificuldade.

Trabalho intenso
Essa não é a primeira vez que esse tipo de trabalho é realizado no local. O grupo do Templo Maior de Curitiba, sede estadual do Estado, já realiza o acompanhamento interno com os detentos durante a semana. Além disso, todas as sextas-feiras, sábados e domingos também promove ações com os familiares.

Atualmente, o grupo possui cerca de 150 voluntários que trabalham incansavelmente para levar o amparo necessário a quem precisa, seja no aspecto físico, seja no espiritual.

Segundo a voluntária Luise Paz, de 33 anos, fazer parte do grupo é um presente de Deus. “Cremos que fomos escolhidos para cuidar de pessoas que são especiais para Deus. Estar com os familiares dos apenados, para nós, simboliza o cuidado dEle com as pessoas, pois o sofrimento é imenso”, comentou ela.

madrugada, beneficiados, penintenciário

Luise ressaltou ainda que todos esses familiares passam por muitas dificuldades, pois o Complexo de Piraquara é de difícil acesso e a maioria não tem condições financeiras de estar sempre ali. “Muitos familiares nos agradecem sempre pelo alimento oferecido, pela atenção do grupo, eles nos contam vitórias que estão tendo na luta pela mudança de seus familiares, mas, acima de tudo, nos agradecem por lutar ao lado deles”, finalizou.

Para saber mais sobre as ações sociais que a Universal realiza no Brasil inteiro e no mundo, acesse universal.org.


  • Débora Picelli / Fotos: Cedidas 


reportar erro