Rede aleluia

Notícias | 3 de agosto de 2019 - 11:46


Universal Socioeducativo é recebido pelo Secretário de Justiça e Cidadania de São Paulo

Reunião contou com a presença de ex-internos, hoje voluntários do grupo em unidades para menores. Saiba mais

Ressocializar significa “tornar sociável aquele que está desviado das regras morais e/ou costumeiras da sociedade”. Esse é um dos maiores desafios, atualmente, das políticas públicas direcionadas aos jovens que cumprem medidas socioeducativas.

Com este foco, recentemente, o Secretário da Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo, Paulo Dimas Mascaretti, que também preside a Fundação CASA, recebeu a visita do deputado estadual Gilmaci Santos (PRB) e do Pastor Ulisses Gomes Teixeira, responsável geral do grupo  Universal Socioeducativo, além de 8 ex-internos da Fundação CASA, atualmente voluntários no trabalho evangelístico que a Igreja realiza nas unidades para menores.

O tema do encontro foi a importância das ações que a Universal realiza dentro das unidades socioeducativas, tendo sido ressaltado que, mesmo a Fundação CASA cumprindo o seu papel, ao término das medidas, muitos desses jovens ficam vulneráveis e, infelizmente, acabam retornando ao crime.

Resultados surpreendentes

O Pastor Ulisses destacou que quando há uma política pública aliada à fé os resultados são surpreendentes. “A fé é a única forma que estes jovens têm aqui fora para acreditar em si e, assim, renunciar a vida errada que viviam. Por este motivo, muitos têm sido recuperados. Mostramos para o secretário que investindo também na educação espiritual desses jovens, o Estado vai alcançar êxito, muito mais do que vem alcançando até hoje”, ressaltou.

Ele explica que a educação espiritual consiste em ensinar o caráter cristão para estes jovens. E mostrar que podem ser reintegrados à sociedade, trabalhando e vivendo de uma forma digna, fazendo com que sua vida, seu caráter e seu espirito sejam admirados, e não condenados.

Deixando-se guiar pela fé

César Oliveira (primeiro à esquerda, ao lado do Secretário Paulo Dimas Mascaretti e do Coordenador do grupo Universal Socioeducativo, Ulisses Gomes)

Um exemplo disso é o mostrado na vida do jovem César Oliveira (foto ao lado), de 20 anos, um dos ex-internos presentes ao encontro. Foram cinco passagens pela Fundação CASA, 3 vezes por tráfico e 2 por assalto, sendo a primeira – aos 13 anos de idade, totalizando 3 anos e 6 meses de internação.

César também coordenou rebeliões e conseguiu fugir algumas vezes, mas chegou um momento em que ele sabia que tinha que mudar. Foi participando das reuniões da Universal em uma dessas unidades que ele ouviu a Palavra de Deus e repensou suas escolhas.

“Eu permiti que aquelas palavras entrassem em meu coração. Eu sabia das lutas que enfrentaria aqui fora para manter a decisão que eu estava tomando, mas, ou eu me entregava completamente a Deus ou continuaria naquela vida. Assim, ainda lá dentro, eu decidi me batizar nas águas”, conta.

Há dois anos, César saiu da Fundação e, desde então, garante, seu envolvimento e dedicação com Deus têm sido prioridades. “Hoje tenho a alegria de ser um voluntário nesse trabalho, ou seja, o que Deus me deu, tenho procurado passar para aqueles jovens”.

Leia também:

Ex-internos da Fundação CASA são consagrados no Templo de Salomão

Universal Socioeducativo

O grupo existe há pelo menos 25 anos, porém, desde 2017, expandiu suas ações por todo o Brasil e em outros países. Atualmente, conta com mais de 10 mil voluntários que, juntos, já atenderam mais de 30 mil menores nos últimos meses, dos quais, mais de 2 mil se entregaram a Deus.

Para saber mais informações sobre as ações do grupo, acesse a página oficial no Facebook.

Facebook.com/universalsocioeducativobrasil/.


  • Núbia Onara / Foto: Mídia Universal Socioeducativo 


reportar erro