Rede aleluia
Universal de Moçambique completa 30 anos ajudando a população do país africano
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 7 de Dezembro de 2022 - 14:15


Universal de Moçambique completa 30 anos ajudando a população do país africano

Reunião especial teve a presença de autoridades e reuniu 30 mil pessoas para celebrar a data

Universal de Moçambique completa 30 anos ajudando a população do país africano

No dia 27/11, a Igreja Universal do Reino de Deus de Moçambique realizou uma reunião especial para comemorar os 30 anos da Instituição. Cerca de 30 mil pessoas lotaram o Cenáculo Maior, sede nacional da Universal do país africano, para celebrar a data.

Na ocasião, foram anunciados os resultados do projeto “Rumo aos 30 anos” que, nos últimos 12 meses, desenvolveu uma série de ações sociais para ajudar famílias que precisaram deixar Cabo Delgado — uma província atingida por ataques de grupos armados desde 2017, em atos classificados como uma ameaça terrorista. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), o conflito levou 670 mil pessoas a abandonarem suas casas.

O evento contou com a presença de diversas autoridades, tais como Helena Mateus Kida, ministra da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos de Moçambique, Vicente Joaquim, secretário de Estado na Cidade de Maputo, Eneas Comiche, presidente do Conselho Municipal da Cidade de Maputo, Albachir Macassar, diretor nacional de Assuntos Religiosos, e Ernesto Zualo, comandante da Polícia Municipal da Cidade de Maputo.

História de fé

O Bispo José Guerra, presidente da Universal de Moçambique, lembra as dificuldades para a implantação da Igreja no país. “Não foi um processo fácil, mas a Palavra é levada a todos através do apoio dos pastores, fiéis e simpatizantes.”

“[Dessa forma, também] é possível realizar ações de cunho social para apoiar aos mais necessitados, entre campanhas de arrecadação de produtos alimentares, vestuários, campanhas de doação de sangue e a criação do Centro de Centro de Formação, no qual são ministrados vários cursos.”

A Universal de Moçambique iniciou suas atividades em 28 de novembro de 1992. O primeiro missionário da Universal desembarcou no país no dia 4 de outubro daquele ano, data da assinatura do Acordo Geral de Paz que pôs fim a 16 anos da guerra civil na nação africana.

A primeira sede nacional da Igreja funcionava no antigo Cine África, na capital Maputo.

Em 1993, o Bispo Edir Macedo conduziu a primeira grande concentração de fé da Universal no país, no Pavilhão do Maxaquene — que se tornou pequeno para a multidão que compareceu.

No final daquele ano, a Igreja deu início ao trabalho social na nação africana, proporcionando assistência à população em situação de rua e aos enfermos em hospitais. Um dos desafios enfrentados foi a visita aos detentos, pois, inicialmente, não era permitido o acesso aos estabelecimentos penitenciários. Apenas com a persistência e o apoio das autoridades locais, finalmente, o trabalho de ressocialização nos presídios foi autorizado.

A Universal de Moçambique relata que “são 30 anos de resultados positivos na vida de milhares de pessoas. Sempre com o objetivo e desejo de ajudar pessoas que vivem à margem da sociedade, com suas vidas destruídas, com seus lares destruídos, que muitas vezes, pelos fracassos da vida, acabam se entregando à bebida e às drogas, e hoje são
transformadas pela dedicação e exercício da fé no Senhor Jesus, pelo ouvir e praticar os ensinamentos da Sagrada Escritura”.

Provendo necessidades básicas

Ao longo deste ano, o projeto “Rumo aos 30 anos” realizou campanhas de doação de sangue, distribuição de cestas básicas, limpeza nas praias, palestras de conscientização contra o suicídio, visitas a centros de acolhimento a idosos e presídios e promoveu distribuição de alimentos e outros itens essenciais para as famílias de Cabo Delgado.

Foram entregues 294 toneladas de alimentos, 350 cobertores, 3 mil peças de roupas, 9,1 mil kits de higiene, 9,2 mil refeições, 3.4 mil livros, dentre outros itens. Cerca de 4,1 mil voluntários também doaram sangue para hospitais e hemocentros da região.

“Sou deficiente físico e fui beneficiado pela Universal. No mês de agosto, recebi uma cadeira de rodas e alimentos. Essas ações sociais têm feito muito bem para minha família. Os alimentos que recebemos supriram as necessidades básicas que tínhamos e a cadeira de rodas está me ajudando na locomoção, porque antes eu não tinha como me locomover”, agradeceu o moçambicano Abílio Samuel, de 63 anos de idade.


Universal de Moçambique completa 30 anos ajudando a população do país africano
  • Unicom / Fotos: Cedidas 


reportar erro