Rede aleluia
Uma lição muito importante para a sua vida amorosa
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 8 de julho de 2020 - 00:14


Uma lição muito importante para a sua vida amorosa

Aprenda isso e, no mínimo, metade dos problemas do seu relacionamento estarão resolvidos

Uma lição muito importante para a sua vida amorosa

“Se somos infiéis Ele permanece fiel, pois de maneira alguma pode negar-Se a Si mesmo” 2 Timóteo 2:13

Desse versículo podemos tirar uma importante lição que, se aplicada no relacionamento, certamente irá pôr um fim em, pelo menos, metade dos conflitos da vida a dois. É o que afirma o Bispo Adilson Silva.

O que o apóstolo Paulo quer dizer nesta mensagem, o Bispo explica, é que Deus não muda por causa da nossa infidelidade. Mesmo que sejamos falhos na nossa aliança com o Altíssimo, Ele permanece fiel, porque ser fiel faz parte do caráter dEle.

Contudo, ele esclarece que isso não significa que Deus irá nos abençoar mesmo quando erramos. “Não entenda errado. O que essa palavra quer dizer é que se houver falha nessa aliança nunca será do lado de Deus, mas do lado humano, porque o caráter dEle não muda”, explica.

“Eu fiz isso, porque você fez aquilo”

Mas de que forma isso pode ser útil na vida amorosa? É simples. Basta aplicar a mesma conduta de Deus em relação a nós, dentro do relacionamento, na maneira como você age com a pessoa amada, independentemente do desempenho dela.

O Bispo Adilson explica que o problema é que o ser humano tem a tendência de querer justificar os seus erros apontando os erros da outra pessoa.  Inclusive, ele destaca uma frase muito comum entre os casais: “Eu fiz isso, porque você fez aquilo”.

Ou seja, a pessoa se sente no direito de errar, porque o outro também cometeu um erro. Mas não é isso o que a Bíblia ensina. Não é assim que Deus age conosco quando erramos. Ao contrário, Ele permanece fiel à Sua palavra.

Faça igual a Deus

“Aliança é assim. O casamento é dividido em partes. Se você fizer a sua, já resolveu metade dos problemas do seu relacionamento”, acrescenta o Bispo.

Mas, infelizmente, o ser humano tem a tendência de se focar na parte do outro e aí o resultado é um ficar jogando os erros na cara do outro (como aconteceu no jardim do Éden). Quando Deus cobrou de Eva por ela ter desobedecido, ela culpou a serpente. De igual modo, Adão culpou a mulher, quando Deus lhe questionou se ele havia comido do fruto que Ele havia dito para não comer.

Portanto, procure abolir isso do seu relacionamento. “Nós não podemos nivelar as nossas ações com as ações do outro. Temos que nivelar nossas ações com as de Deus”, destaca Rosana, esposa do Bispo Adilson.

Deus cura suas feridas

Rosana destaca ainda que, normalmente, o que acontece é que a pessoa começa a se focar na própria mudança, mas, por não ver um retorno por parte do parceiro, ela acaba se cansando.

“Mas isso não pode acontecer. Você precisa continuar a fazer a sua parte. Se eu quero ter um relacionamento com Deus, em primeiro lugar, eu tenho que permanecer na minha fidelidade e na minha obediência a Ele. E não descer ao nível da outra pessoa e pagar na mesma moeda”, orienta.

Talvez, você seja solteiro e pelo fato de já ter sido muito machucado. Você decidiu que não vai mais levar ninguém a sério, que da mesma forma que você foi machucado, machucará também. Contudo, isso não é inteligente.

Se você está machucado então precisa se curar. “Porque, há um Deus Todo-Poderoso que cura. As suas escolhas, os seus erros, trouxeram-lhe até aqui. Então, daqui para frente, você precisa se acertar com Deus. Se está difícil, peça a Deus forças para que você consiga fazer a sua parte e obtenha o resultado da sua fé”, aconselha Rosana.

A base do casamento é o compromisso com Deus

Por isso, o primeiro casamento tem que ser com Deus. É isso que falta para muitas pessoas, enfatiza o Bispo Adilson. “A base do casamento é o compromisso com Deus. Pois, quando a pessoa tem um compromisso com Deus, ela tem a consciência de que, se errar com a pessoa amada, estará primeiro errando com Deus. Se eu tenho que tomar uma decisão entre errar e não errar, não é só pela pessoa, mas é porque eu primeiro sou casado com Deus. E se eu vier a decepcioná-la é porque primeiro eu já decepcionei a Deus”, esclarece.

Para aprender sobre o amor inteligente, participe, às quintas-feiras, da Terapia do Amor. No Templo de Salomão e em outras localidades. Consulte aqui os endereços.


Uma lição muito importante para a sua vida amorosa
  • Jeane Vidal / Foto: Getty Images 


reportar erro