Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 9 de setembro de 2019 - 10:41


Uma casa organizada e bem cuidada reflete o seu interior

Manter o lar em ordem melhora a relação familiar e ajuda a economizar tempo e dinheiro. Entenda como tornar isso possível

Manter a casa em ordem melhora o bem-estar da família e até ajuda a economizar tempo. Quem nunca perdeu vários minutos tentando encontrar uma peça perdida no guarda-roupa? A falta de organização da residência pode gerar desânimo, frustração e até brigas entre os moradores.

Mas atenção: organizar é diferente de limpar o ambiente. “A organização envolve critérios baseados na funcionalidade. Durante o processo, você determina o lugar para cada objeto e isso facilita a vida de quem vive no local”, esclarece a personal organizer Claudia Pilli, que atua em São Paulo. Ela cita que a limpeza também é fundamental, mas, se não houver organização, o ambiente fica confuso e bagunçado.

O primeiro passo para a organização é o descarte do que não é mais necessário. “Você não precisa jogar tudo fora. Avalie o que pode doar, vender ou jogar no lixo”, diz Claudia. Depois, é preciso classificar os itens e decidir um lugar para cada um deles. “Quando você organiza a casa, o espaço físico, de certa forma você também acaba organizando o lado de dentro, o seu interior”, opina.

Manutenção
Além disso, toda casa precisa de manutenção periódica. Caso contrário, a família corre o risco de ter acidentes ou gastos muitos altos.

“Existem manutenções que devem ser feitas a cada seis meses ou a cada ano para evitar desperdícios e vazamentos. Também é importante verificar a parte elétrica para prevenir panes e incêndios”, alerta Thiago Lopes, sócio-proprietário da JF Marido de Aluguel, de Juiz de Fora. “A laje e o telhado têm uma vida útil, algumas pessoas acham que eles duram para sempre. Se não houver manutenção a cada três ou quatro anos, a casa começa a ter infiltrações”, acrescenta Itamar Bastos, criador da Aloha Serviços.

Família em harmonia
A sujeira e a desordem indicam a ausência de Deus no local. O cuidado com as coisas exteriores espelha a forma como nosso interior está (ou não) organizado. Em outras palavras, uma casa limpa, organizada e bem cuidada é o reflexo de uma vida espiritual plena e fortalecida.

E isso traz benefícios para toda a família, pois ajuda a alinhar objetivos, evitar conflitos e manter a paz e a harmonia do lugar.


  • Rê Campbell / Foto: Getty Images 


reportar erro