Rede aleluia
Um passeio pela história bíblica
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 6 de Junho de 2021 - 00:05


Um passeio pela história bíblica

A réplica do Tabernáculo de Moisés, o Memorial dos Templos de Jerusalém e o Jardim das Oliveiras Centenárias e o que mais você pode conhecer durante o tour pelo Jardim Bíblico do Templo de Salomão

Um passeio pela história bíblica

O Templo de Salomão, em São Paulo, chama atenção por sua grandiosidade e sua beleza. A obra arquitetônica atrai pessoas de diversas partes do Brasil e do mundo. O que muitos não imaginam, no entanto, é que, além dos encontros que acontecem diariamente no Santuário, do lado de fora outras experiências também podem ser vivenciadas no Jardim Bíblico. Nele é feito um passeio, com uma demonstração temática, guiada por um sacerdote (caracterizado como na época do livro de Êxodo), para os visitantes, que regressam ao passado quando conhecem a réplica do Tabernáculo de Moisés, o Memorial dos Templos de Jerusalém e o Jardim das Oliveiras Centenárias.

Em Ezequiel 10.10-12 é possível compreender que o Próprio Deus fez questão que Seu povo soubesse sobre Sua Casa (o Templo e o Tabernáculo), seu significado e seus propósitos: “Tu, pois, ó filho do homem, mostra à casa de Israel esta casa (…), faze-lhes saber a forma desta casa, e a sua figura, e as suas saídas, e as suas entradas, e todas as suas formas, e todos os seus estatutos, todas as suas formas, e todas as suas leis; (…), para que guardem toda a sua forma, e todos os seus estatutos, e os cumpram. Esta é a lei da casa: Sobre o cume do monte todo o seu contorno em redor será santíssimo (…).” Como naquele tempo, conhecer esses detalhes somam lições não apenas históricas, mas, principalmente, espirituais.

MAIS DO QUE HISTÓRIAS
Durante o tour, os visitantes conhecem quatro ambientes que os levam a uma viagem há mais de 3 mil anos, como se caminhassem em algumas histórias documentadas na Bíblia. Os minutos que são passados ali provocam nos participantes reflexões e os convidam para o fortalecimento espiritual. Afinal, são dados esclarecimentos sobre temas essenciais ao desenvolvimento da Fé e da vida com Deus, como o pecado e o arrependimento, as ofertas e os sacrifícios, o temor, a reverência e a disciplina, entre outros.

O ESPAÇO EGÍPCIO
O tour tem início no Antigo Egito, quando é contada a trajetória do povo hebreu, como se tornou escravo, como as dez pragas atingiram o Egito e como alcançou a libertação de centenas de anos de escravidão. As respostas se materializam em um espaço ambientado com elementos cenográficos da novela Os Dez Mandamentos.

O TABERNÁCULO DE MOISÉS
Após libertar o Seu povo da escravidão no Egito, Deus instruiu Moisés a construir um tabernáculo de acordo com o que foi revelado no Monte Sinai. O maior propósito do tabernáculo era ser a habitação de Deus no meio do Seu povo.

O tabernáculo é dividido em três compartimentos. No pátio externo, os participantes podem extrair lições sobre o Altar do Holocausto e a Pia de Bronze. Já no Santo Lugar, local em que somente os sacerdotes podiam entrar para fazer orações no Altar do Incenso, além da manutenção do Candelabro e da Mesa dos Pães, os visitantes podem aprender sobre o poder da oração, sobre a vigilância espiritual e sobre a Fé acesa. Por fim, a Arca da Aliança e o Propiciatório de Ouro podem ser vistos no Lugar Santíssimo (ou no Santo dos Santos) – local que só podia ser frequentado pelo sumo sacerdote que entrava lá uma vez por ano (no Dia da Expiação ou Dia do Perdão – Yom Kippur).

Ao viver essa experiência é possível compreender que cada detalhe tem algo a ensinar e que toda a estrutura revela o plano de Deus para a Salvação da Humanidade por meio de Seu Filho, o Senhor Jesus.

O MEMORIAL DE JERUSALÉM
Na cúpula dourada, os visitantes têm acesso a um complexo interativo e à exposição de elementos históricos, como os brasões das 12 tribos de Israel, as vestes do sumo sacerdote e dos sacerdotes, a sarça do Sinai, o shofar (um dos instrumentos de sopro mais antigos do mundo) e a madeira de acácia. Além disso, conhecem as réplicas de utensílios do Templo e seus significados.

O JARDIM DAS OLIVEIRAS
As oliveiras centenárias que adornam o local remetem ao Jardim do Getsêmani. Ali é possível ver a prensa que era usada para extrair o azeite das olivas.

COMO PARTICIPAR
Embora os agendamentos não sejam obrigatórios, eles garantem que os passeios estão disponíveis. A credencial pode ser retirada na Tenda da Esplanada ou no dia e horário pré-agendados pelo e-mail passeio@jardimbiblico.com ou pelo WhatsApp (11) 3573-3641.
Em tempos de pandemia, todas as precauções sanitárias são respeitadas, como distanciamento social, uso de máscara e de álcool em gel e número limitado de participantes.

*Com contribuição do sacerdote do Templo de SAlomão


Um passeio pela história bíblica
  • Flavia Francellino / Foto: Demétrio Koch 


reportar erro