Rede aleluia

Notícias | 12 de abril de 2019 - 11:49


“Tudo na vida exige sacrifício. Com a fé não é diferente”

Saiba como foi a reunião da Terapia do Amor com o Bispo Edir Macedo, no Templo de Salomão

Na última quinta-feira (12), o Bispo Edir Macedo realizou a reunião da Terapia do Amor. O encontro aconteceu às 20h, no Templo de Salomão. O Bispo começou a palestra com uma mensagem especial às mulheres, ensinando-as que para lidar com os problemas familiares é necessário possuir a sabedoria de Deus.

E essa sabedoria, explicou, não é adquirida por meio da emoção, mas pela Palavra de Deus. “O Espírito Santo é a Sabedoria de Deus, então, quando tiver um problema, vá até Ele e pergunte o que deve fazer. Ele lhe dará a resposta. Você não pode pegar o seu problema e colocar nos braços de outra pessoa”, ensinou o Bispo.

Ele ainda destacou que Deus não é responsável pelos problemas, mas Ele permite que eles aconteçam para que a fé do ser humano esteja em alta. Por isso, os cristãos não devem esperar dias fáceis, pois o próprio Senhor Jesus, quando esteve na Terra, afirmou que não veio ao mundo trazer paz, mas espada (leia Mateus 10:34).

“Na guerra, você precisa da espada para enfrentar o diabo. O diabo traz os problemas e para vencê-los não pode ser na paz, tem que ser com a espada, na guerra. Você não pode ser débil de querer lutar na base da emoção e do sentimento”, esclareceu o Bispo. 

O sacrifício

O Bispo ensinou ainda que para vencer os problemas é necessário sacrificar, assim como o Senhor Jesus também sacrificou.

“Tudo na vida exige sacrifício. Com a fé não é diferente. Por exemplo, se você tem problema com seu companheiro, em vez de lutar no mesmo nível, lute com as armas da fé.

O próprio Senhor Jesus esclareceu que alguns problemas são vencidos apenas quando há jejum e oração (Mateus 17:21). “O que é o jejum? Sacrifício. Você tem uma arma nas mãos para mudar seu casamento”, disse o Bispo.

E todo o sacrifício, de acordo com ele, nada mais é que a obediência à Sua Palavra. “Para obedecer não precisa ter o Espírito Santo, nem precisa ser religioso. É só fazer o que tem que ser feito. Não importa que você não está ‘sentindo’, faça o que tem que ser feito!”, concluiu o Bispo.  

O Clamor das Afrontas

Os participantes da Terapia do Amor também tiveram a oportunidade de apresentar a Deus a carta de afronta. Diversos bispos, ao lado do Bispo Edir Macedo, clamaram em favor daqueles que, durante quase um mês, se prepararam para apresentar suas dificuldades a Deus. Saiba mais sobre esse propósito de fé, clicando aqui.


  • Rafaela Dias / Fotos: Demetrio Koch 


reportar erro