Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 16 de julho de 2018 - 03:05


Sua vida online pode interferir em seu emprego

Saiba como evitar problemas no ambiente corporativo

Faz tempo que as redes sociais deixaram de ser somente uma ferramenta de socialização. Atualmente, elas também servem para que empresas saibam o verdadeiro caráter e estilo de vida de seus funcionários. Em diversas situações as atitudes dos internautas são determinantes para sua contratação ou demissão.

Uma pessoa que compartilha opiniões e críticas pesadas, desabafos ou indiretas, não hesita em se envolver em discussões ou posta cada segundo de sua rotina se expõe, mostra desequilíbrio e falta de profissionalismo, o que pega muito mal no ambiente corporativo.

Um exemplo foi o caso da norte-americana Talia Jane. A jovem escreveu e publicou em seu blog uma carta aberta endereçada ao presidente da empresa em que trabalhava, fazendo críticas ao emprego e reclamando de seu salário. Ela acabou demitida.

Etiqueta online

Na web, geralmente, as pessoas se sentem à vontade, falam tudo o que querem sem se envergonhar por estarem longe de todos e pensarem que ninguém tem nada a ver com suas vidas particulares. É aí que mora o engano. “Tudo o que você posta, comenta, curte e usa em seu perfil fala muito sobre você. Antes de compartilhar algo se pergunte se aquilo vai ajudar ou acrescentar algo à vida de alguém. Se não, para que compartilhar?”, diz a escritora e apresentadora Cristiane Cardoso.

Com tudo o que você expressa, ao conhecer sua “verdadeira face” é direito de qualquer pessoa decidir ser sua amiga ou não. Da mesma forma, uma empresa pode te querer ou não em seu quadro de funcionários. Que tal repensar o que você mostra em seus perfis e as motivações para compartilhar o que vê na internet?

“Saiba se posicionar, revise sua página, veja se realmente tudo o que escreve está transmitindo a imagem que você realmente quer passar”, recomenda a escritora Tânia Rubim.

Tânia também dá algumas dicas de etiqueta online, para que você evite problemas em qualquer área de sua vida:

  • Nunca faça comentários grosseiros ou ofensivos
  • Não use palavras chulas
  • Não faça desabafos ou mande indiretas
  • Não exponha demais a sua vida, seja discreta
  • Não publique fotos comprometedoras


  • Por Rafaella Rizzo / Foto: iStock 


reportar erro